This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Propostas do setor de saúde têm de focar na gestão, avalia Yussif Ali Mere

By 28 de outubro de 2020 Gestão

Presidente do Sindhoribeirão, que integra a Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (FEHOESP), afirma que a gestão de recursos deve ser o foco do debate sobre saúde pública

Um oceano separa os planos de governo, os discursos dos candidatos e as demandas da população em relação ao atendimento no serviço público de saúde. “Neste oceano está a gestão, os custos, a profissionalização, enfim, a vida real”, fala Yussif Ali Mere, presidente do Sindhoribeirão, que integra a Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (FEHOESP).

No período eleitoral, a saúde aparece nas pesquisas de opinião como a principal preocupação dos eleitores. “Sempre foi assim, independentemente de pandemia, pelo fato de o setor de saúde consumir muitos recursos e nem sempre entregar à população o serviço à altura dos investimentos”, lembra Yussif.

A previsão orçamentária para a saúde em 2021 é de cerca de R$ 700 milhões, o maior volume de recursos destinado a um setor. “A questão central em relação a este tema não é a construção de novas unidades, mas a distribuição eficiente desse recurso, que não é pouco”, avalia.

A gestão, na visão de Yussif, deveria estar no centro do debate. “Os candidatos pressupõem que os eleitores não compreendem esta questão e focam em promessas de instalação de novas unidades de saúde em determinados lugares, e isso nem sempre acontece por que não precisa mesmo acontecer”.

Ele lembra, por exemplo, que a distribuição dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS), que compõe o orçamento de R$ 700 milhões, tem também como destino instituições particulares. A parceria entre os setores público e privado, fala Yussif, é a solução de gestão que melhor atende às necessidades da população, sem a exigência de grandes aportes de recursos, pelo fato de as estruturas já estarem montadas.

“É este o debate que tem de ser feito: como usar com eficiência a estrutura que já existe. Ribeirão é referência nacional em saúde, tem centros de excelência nas áreas pública e privada, com médicos, equipamentos de última geração. Como universalizar este acesso gerindo os recursos públicos com eficiência é o que deveria ser dito”, opina.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.