This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Empresas usam tecnologia para conter a COVID-19

By 14 de agosto de 2020 Gestão

Programa utiliza estratégias de monitoramento e diagnóstico precoce no retorno de colaboradores ao trabalho

App, QR Code, equipamentos, teleconsultas, testagem e muita tecnologia para garantir a segurança de colaboradores para retornarem ao trabalho. A Brasil Medicina Ocupacional lançou o programa Covid Care Brasil, destinado a empresas que possuem ou pretendem a retomada de funcionários em trabalho presencial durante a pandemia. Os trabalhos estão sendo realizados por enquanto nas cidades de São Paulo e Jundiaí, mas o objetivo é estender por todo o país.

Luciana Yuri Mizutani, coordenadora do programa, explica que não se aplica a profissionais de saúde, que possuem normas próprias, mas para setores administrativos. O objetivo é reduzir a possibilidade de disseminação do novo coronavírus no ambiente de trabalho. A triagem procura evitar o contato de casos suspeitos sintomáticos de COVID-19 com os demais funcionários na empresa.

A base do programa é a triagem diária de sintomas, recomendada tanto pelo protocolo do Plano São Paulo quanto pela Portaria Conjunta SEPRT/MS nº 20/2020, do Ministério da Saúde e da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. Mizutani afirma que os colaboradores respondem uma triagem de sintomas no aplicativo do programa antes de saírem de casa para trabalhar.

Segundo ela, se o quadro não for sugestivo de COVID-19, o funcionário recebe um QR code para ser apresentado na portaria da empresa. “Lá alguém poderá validar o QR code do funcionário e também anotar a sua temperatura no aplicativo.” Se o quadro for sugestivo de COVID-19, o colaborador é orientado a não se dirigir ao local de trabalho e a marcar uma teleconsulta pelo app. A partir daí podem ser solicitados exames para averiguar a suspeita de COVID-19 .O programa conta ainda com serviços opcionais como testagem em massa e retestagem periódica dos funcionários.

A gerente comercial salienta que a triagem visa tentar identificar o mais precocemente possível os casos sintomáticos. Entretanto, há casos assintomáticos da doença, para os quais a testagem seria uma forma de identificação.

O valor do programa varia de acordo com os serviços prestados, que podem se estender em:

Automonitoramento Diário: o colaborador responde diariamente, antes de ir trabalhar, a uma triagem de contatos e sintomas de COVID-19 pelo app COVID CARE BRASIL. O objetivo é identificar os casos suspeitos de COVID-19 (sintomáticos e por contato) e evitar o contato dos suspeitos com colegas de trabalho, reduzindo as chances de transmissão.

Avaliação de suspeitos: consiste em teleconsultas que podem ou não ser seguidas da realização de exames (a critério médico) para confirmação de eventuais suspeitas de COVID-19 levantadas no automonitoramento diário. Em casos confirmados, será gerado o atestado para afastamento do funcionário pelo período necessário.

Acompanhamento de casos positivos: teleconsultas para acompanhamento ambulatorial de casos confirmados de COVID-19. Ao final, com a recuperação do colaborador, ele não necessitará permanecer no automonitoramento diário. Ainda podem ser inseridos no programa: testagem em massa; retestagem periódica; atestado de saúde ocupacional (ASO) de retorno ao trabalho.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.