This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

Solução de gestão hospitalar: 3 formas de melhorar o faturamento do hospital

By 12 de janeiro de 2017 Voz da Marca

Os sistemas de gestão hospitalar (ERP, ou Enterprise Resource Planning) permitem ao gestor ter em mãos informações de ponta a ponta sobre seu negócio – da área logística e de atendimento, até manutenção, depósito e financeiro. Isso garante a geração de relatórios e dados abrangentes que permitem avaliar os custos de cada setor e, dessa forma, melhorar o faturamento do hospital, como explica Rogério Medeiros, professor do MBA de Gestão em Saúde do Centro Universitário São Camilo.

“Antes, com as prescrições e pedidos de exames feitos em papel, além de o faturamento demorar para ser feito, pois a área precisava reunir uma série de documentos, as informações podiam se perder, e alguns procedimentos não serem pagos”, diz Medeiros. O professor  destaque três pontos de melhora  que uma solução de gestão hospitalar tem sobre o faturamento do hospital:

  • Geração de indicadores

O ERP gera indicadores que apontam os processos a serem melhorados em termos de produtividade das equipes, permitindo uma aprofundada análise de desempenho, além dos indicadores de retrabalho, ociosidade e desperdício de tempo. Dessa forma, é possível efetuar os devidos ajustes no quadro funcional para adequar os recursos humanos às reais demandas de trabalho.

  • Prescrições e pedidos registrados

A solução de gestão hospitalar ajuda o hospital a lançar todos os  dados de procedimento e consumo de materiais e medicamentos, evitando perdas por falta de identificação dessas informações na conta médica. Isso quer dizer que todas as prescrições médicas e os pedidos de exames ficam armazenados no sistema, o que garante que nenhum procedimento fique sem pagamento, nem demore a ser faturado, já que os dados são gerados em tempo real.

  • Redução de  glosas

A maior parte das glosas acontece por erros comuns na fase pré-analítica, no agendamento e atendimento ao paciente. Com o sistema, as informações sobre os procedimentos cobertos (ou não) por um determinado plano de saúde são vistas de forma automática e em tempo real. A solicitação para exames, por exemplo, não fica parada na área de autorização e é possível saber todas as regras de coberturas dos convênios/planos e, assim, identificar qualquer possível desvio. Além disso, se um paciente precisar fazer mais de uma vez um exame e continuar com o mesmo plano de saúde, o hospital não precisará  checar novamente a autorização.

Entenda como a solução de gestão hospitalar pode ajudar no gerenciamento da instituição de saúde. Baixe, gratuitamente, o ebook “O que muda no seu hospital com a implantação do ERP”

 

Benner

About Benner

Leave a Reply