This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Nordion e General Atomics recebem financiamento da NNSA

Tecnologias em Saúde

 A Nordion, empresa autônoma da Sterigenics International, em parceria com a General Atomics (GA), receberam da Administração Nacional de Segurança Nuclear (NNSA — National Nuclear Security Administration) do Departamento de Energia (DOE) dos Estados Unidos um financiamento de fase II, sob acordo de cooperação, para a GA concluir seu projeto com a Nordion e com o Centro da University of Missouri Research Reactor (MURR®). Esse financiamento de fase II irá apoiar o estabelecimento de suprimento novo e confiável de molibdênio 99 (Mo-99), usando urânio de baixo enriquecimento (LEU — Low Enriched Uranium).

A concessão anunciada hoje assegura o comprometimento total da NNSA com o projeto de 25,0 milhões, $ 15,3 milhões acima do financiamento de fase I original de $ 9,7 milhões, concedido em setembro de 2015. Esse investimento representa um voto de confiança significativo no trabalho de mais de 100 profissionais altamente qualificados, que contribuíram com o projeto no último ano.

“O novo financiamento da NNSA irá nos ajudar a cumprir nosso objetivo de restabelecer a rotina do suprimento comercial de molibdênio-99 na América do Norte, de meados ao final de 2018”, disse o gerente geral para Isótopos Médicos da Nordion, Phil Larabie. “O programa de testes em andamento desse projeto está excedendo nossas expectativas e irá ajudar a assegurar o futuro de longo prazo da Nordion como uma importante provedora mundial de Mo-99 para sistemas de tratamento de saúde nos EUA e no mundo”.

“Estamos muitos satisfeitos pela decisão da NNSA de continuar financiando esse importante projeto e temos confiança absoluta de que, com nossos parceiros Nordion e MURR®, iremos desenvolver a capacidade de produzir comercialmente o Mo-99, usando a tecnologia da GA de extração seletiva de gás do urânio de baixo enriquecimento. Os resultados da fase I mostram que o produto cumpre as rigorosas exigências de especificação da Nordion para uso em sua atual infraestrutura”, acrescentou a gerente do Projeto Mo-99 da GA, Kathy Murray.

Um isótopo medico é uma substância radioativa segura, usada por profissionais de saúde para ajudar no diagnóstico de aproximadamente 50 milhões de pacientes na América do Norte e o mundo, todos os anos. O elemento químico mais importante é o tecnécio-99m (Tc-99m), que é derivado do molibdênio-99 (Mo-99) e usado em mais de 80% de todos os procedimentos da medicina nuclear.

Quando entrar em operação, o projeto irá substituir o Mo-99 fornecido anteriormente pelo Reator Canadense National Research Universal (NRU) em Chalk River, Ontário. Embora a NRU tenha encerrado a produção rotineira do Mo-99 em 1o de novembro de 2016, o governo do Canadá, a Canadian Nuclear Laboratories e a Nordion se comprometeram a manter a capacidade de produção em moda de espera (stand-by) até 31 de março de 2018, para evitar um desabastecimento significativo de Mo-99.

 

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply