This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

Intrexon: Recente surto do Zika vírus no Brasil cria necessidade premente de soluções efetivas para o controle do vetor

By 11 de dezembro de 2015 Você Informa

OXFORD, Inglaterra, e GERMANTOWN, Md., 11 de dezembro de 2015 /PRNewswire/ — A Intrexon Corporation (NYSE: XON), líder em biologia sintética, anunciou hoje que a Oxitec, uma subsidiária da Companhia sediada no Reino Unido, está preparada para aumentar a produção de sua solução proprietária (OX513A) de controle do mosquito Aedes aegypti através de suas instalações no Brasil. O intuito é ajudar o País a enfrentar o recente e devastador surto do vírus Zika e outras doenças transmitidas por esse mosquito. Com um modelo de uso do OX513A já sendo utilizado no município de Piracicaba, as regiões mais fortemente impactadas do Brasil poderão receber o OX513A conforme necessário.

“O mosquito da Oxitec, conhecido localmente como Aedes aegypti do Bem, é uma ferramenta revolucionária e amiga do ambiente que já mostrou ser capaz de suprimir infestações do Aedes aegypti selvagem, algo que estamos tentando fazer há muitos anos no Brasil, mas não temos conseguido. Esta solução é ainda mais importante hoje porque, além da epidemia de dengue, agora temos o vírus do Zika e da chikungunya no Brasil”, disse o professor Wagner Pereira da Universidade Veiga de Almeida

Como muitas espécies invasoras, o território do Aedes aegypti está se expandindo e com ele se espalha também doenças como as causadas pelos vírus da dengue, da chikungunya e do Zika que afetam atualmente mais de 100 países e cerca de 400 milhões de pessoas ao redor do mundo. No que diz respeito ao Zika vírus, casos esporádicos em humanos têm sido notificados desde 1960 na Ásia e na África, mas o primeiro grande surto ocorreu apenas 2007 nos Estados Federados da Micronésia. Mais recentemente o Zika se espalhou para dez países das Américas, incluindo Colômbia, El Salvador, Panamá e Brasil.

O crescente número de casos de Zika no Brasil correspondeu a um pico nos casos de microcefalia, um defeito de nascença resultante do desenvolvimento incompleto do cérebro. Em 2015, segundo o governo brasileiro, há 1.248 casos suspeitos de microcefalia em 311 municípios de 14 estados. Como resultado, o Ministério da Saúde anunciou um plano emergencial para controlar o mosquito Aedes aegypti e evitar a propagação do Zika e de outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Em uma declaração recente, o secretário de Saúde do Estado da Bahia observou que estratégias alternativas de combate ao mosquito Aedes aegypti devem ser incentivadas, pois este se tornou a principal ameaça a saúde pública do Brasil.

Samuel Broder, MD, vice-presidente sênior e chefe do setor de saúde da Intrexon, afirmou: “O mosquito Aedes aegypti representa um desafio cada vez maior e dramático para a saúde pública e para a economia das nações devido à sua capacidade de transmitir uma lista crescente de doenças devastadoras e à expansão global de sua presença. Já lutando contra uma epidemia de dengue causada por esse mosquito, a frágil situação no Brasil foi agravada pela recente introdução e expansão das infecções pelo vírus Zika.” E completou: “sem vacina ou medicamento e com a ameaça de doenças potencialmente associadas ao vírus Zika, incluindo anomalias congênitas, como microcefalia e distúrbios neurológicos, como a síndrome de Guillain-Barre — que levaram a um alerta epidemiológico da Organização Panamericana de Sáude (OPAS)/Organização Mundial da Saúde (OMS) na semana passada — estratégias eficazes são necessárias. Acreditamos que a plataforma de gene autolimitante da Oxitec, o OX513A,  pode desempenhar um papel importante na batalha contra essas ameaças crescentes e fornecer uma poderosa estratégia de controle de vetores transmissores de doenças em resposta a essas epidemias.”

Com a liberação comercial aprovada em 2014 pela Comissão Técnica Nacional do Brasil de Biossegurança (CTNBio), os mosquitos com gene autolimitante da Oxitec, que visam precisamente o vetor de transmissão de doenças, proporcionam uma abordagem segura para prevenir essas infecções sem causar impacto negativo no ambiente. Projetos realizados no Brasil, no Panamá e nas Ilhas Cayman mostraram uma diminuição na população de Aedes aegypti maior do que 92%, incluindo uma redução de 99% no bairro de Mandacaru, na cidade de Juazeiro (BA). Com mais de 100 publicações científicas e foco em métodos sustentáveis para controle de vetores e pragas que espalham doenças e causam danos às culturas agrícolas, a Oxitec tem projetos em mais de dez países que levaram ao uso dos primeiros insetos feitos por bioengenharia em todo o mundo.

Uma parceria entre o governo da cidade de Piracicaba e a Oxitec fizeram do município o primeiro município no mundo a lançar um programa destinado a combater a dengue utilizando uma solução da Oxitec. O projeto Aedes aegypti do Bem no bairro CECAP/Eldorado de Piracicaba alcançou uma redução clara dos níveis do Aedes aegypti selvagem na área tratada em comparação com a área de controle. Como resultado, a Oxitec avança agora para a próxima fase deste projeto. Nela, as liberações de Aedes aegypti do Bem são ainda mais específicas, concentrando-se em locais dentro do CECAP/Eldorado em que o nível do mosquito aumentou durante a estação chuvosa. Essas liberações servirão de base para uma supressão sustentada do mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e do Zika vírus.

“Com o recente surto do vírus Zika e a crescente epidemia de dengue, que já afetou mais de 1,5 milhão de brasileiros apenas em 2015, temos recebido um número crescente de pedidos de vários municípios e governos locais e estamos preparados para apoiar quaisquer ações tomadas pelo governo”, afirmou Hadyn Parry, CEO da Oxitec.

Sobre a Intrexon Corporation
A Intrexon Corporation (NYSE:XON) está Impulsionando a Biorrevolução Industrial com o Better DNATM para criar produtos baseados em biologia que melhoram a qualidade de vida e a saúde do planeta. A gama de tecnologias integradas da empresa fornece a seus parceiros, em diversos mercados um sistema de design e desenvolvimento de sistemas biológicos complexos de escala industrial que permite o uso de células vivas com um controle, qualidade e desempenho sem precedentes. Chamamos nossa abordagem em biologia sintética de Better DNATM e convidamos você para conhecer mais sobre ela em www.dna.com.

Intrexon, Impulsionando a Biorrevolução Industrial com o Better DNA e Better DNA são marcas registradas da Intrexon e/ou de seus afiliados. Outros nomes podem ser marcas registradas de seus respectivos proprietários

Aviso sobre informações prospectivas
Este comunicado à imprensa contém declarações prospectivas. Estas declarações são baseadas nas nossas expectativas atuais e em projeções sobre eventos futuros e, em geral,  são relacionados aos nossos planos, objetivos e expectativas para o desenvolvimento de nossos negócios. Embora nossa equipe acredite que esses planos e objetivos, refletidos ou sugeridos nessas declarações propositivas, sejam razoáveis, todas as declarações propositivas envolvem riscos e incertezas e resultados futuros podem ser diferentes materialmente dos planos, objetivos e expectativas expressos neste comunicado à imprensa.

Para mais informações

Contatos Intrexon Corporation
Investidor:
Christopher Basta
Vice-Presidente, Relação com Investidores
Tel: +1 (561) 410-7052
investors@intrexon.com

Corporativo:
Marie Rossi, Ph.D.
Gerente Sênior, Comunicações Técnicas
Tel: +1 (301) 556-9850
publicrelations@intrexon.com

Contatos Oxitec
Imprensa Reino Unido
Hadyn Parry
Tel: +44 (0)1235-832393 
info@oxitec.com

Imprensa Brasil
Alessandro Greco
Tel: +55 (0)21 99802 2989
contato@oxitec.ocm

(Foto: http://www2.prnewswire.com.br/imgs/pub/2015-12-10/original/2773.jpg)

FONTE Intrexon

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply