INSCREVA-SE para o HIS19 e atualize-se com mais de 70 horas de conteúdo! Inscreva-se

Implantação de um Núcleo de Atenção Primária à Saúde pode trazer diversos benefícios as empresas.

By 13 de dezembro de 2018 Você Informa

Cada vez mais as empresas estão investindo no acompanhamento médico preventivo dos funcionários como forma de evitar problemas crônicos de saúde e para alavancar a redução de custos do setor. Componente importante de atração e manutenção de talentos em uma organização, por outro lado os planos de saúde também representam um custo importante na folha de pagamentos.
Segundo pesquisas de mercado, para 25% das corporações, os custos de assistência médica podem chegar de 10,1% a 20% do total gasto com os colaboradores, fora o salário. Além disso, para 7% das empresas pesquisadas, os custos são superiores a 20%. Para 36% das empresas a assistência médica representa de 5% a 10% da folha de pagamento. Para outros 32%, o custo é um pouco menor e não ultrapassa 5%.
De acordo com o médico e CEO do Imtep, empresa líder na gestão de saúde empresarial no país, Alexandre Berger, o alto custo com saúde acontece, principalmente, devido à inflação médica. “Nos últimos cinco anos, a inflação médica disparou no país. Para se ter uma ideia, o índice acumulado é de 108% contra uma inflação geral de 42%”, afirma.
Por conta deste aumento demasiado, muitas empresas vêm redesenhando seu modelo de benefício de saúde e várias, inclusive, vem investindo na implantação de ambulatórios próprios, que funcionam como um núcleo de atenção primária supervisionados por médicos da família. “Estes profissionais têm preparo para atender todos os gêneros e faixas etárias. O acompanhamento de saúde contínuo dos funcionários evita a procura pelo especialista e o uso constante do plano de saúde, o que contribui para a elevação da sinistralidade”, garante Berger.
Atuando há 25 anos no mercado corporativo com gestão de saúde, o Imtep disponibiliza uma eficiente metodologia neste segmento, cujos resultados asseguram economia e aumento de produtividade nas empresas. Denominado Núcleo de Atenção Primária (NAP), o programa consiste em uma abordagem estruturada e organizada dos serviços de tratamento de saúde, no qual se prioriza a prevenção das doenças por meio de orientação, acompanhamento sistêmico, diagnóstico precoce, entre outros. “Segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), cerca de 85% dos problemas de saúde poderiam ser resolvidos por meio de um programa de atenção primária.
“Baseados neste índice e em dados comprovados por outras pesquisas do mercado, propomos às empresas a implantação do conceito da medicina de família através dos atributos da atenção primária por meio da capacitação das equipes de saúde das empresas”, afirma a Dra. Aline Pasiani, médica responsável pela metodologia científica do projeto.
Ainda de acordo com Pasiani, os benefícios para os funcionários e para empresa são expressivos “Para se ter uma ideia, dados da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, apontam que este tipo de sistema similar pode trazer um índice de resolutividade de até 90%. Além disto, segundo pesquisas do mercado, também é possível uma redução de até 29% nas internações, 51% nas consultas de urgência, 27% na redução anual de exames e 12,5% o custo per capita de exame”, enfatiza ela.
 

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply