NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assine

Custo do tratamento de DPOC mais que triplica em um ano

Por 30 de maio de 2016 Você Informa

Os custos com tratamentos de Doenças Pulmonares Obstrutivas Crônicas – DPOC – na rede privada de saúde cresceram 3,65 vezes em 2015, em comparação com o ano anterior, apesar da incidência da doença ter diminuído. Os dados são da Orizon – empresa líder em serviços para os segmentos de saúde, seguros e benefícios – que fez o levantamento em virtude do Dia Mundial sem Tabaco (31 de maio).

Os meses de maior incidência da doença entre beneficiários de planos de saúde, em 2015, foram maio (539) e junho (523). Ao longo do ano foram 4991 internações em decorrência da doença, 46% menos que em 2014, quando 9284 casos foram registrados.

“Identificamos ainda que os princípios ativos mais utilizados no tratamento da DPOC são a Acebrofilina e Ipratrópio, com representatividade de 20% e 9%, respectivamente”, afirma o pesquisador Bruno Luiz de Carvalho.

A DPOC é uma doença respiratória crônica caracterizada pelo comprometimento dos pulmões e diminuição da capacidade para respiração ao longo do tempo. O tabagismo ainda é a maior causa de DPOC no mundo, além de fatores genéticos e ambientais que também têm grande influência no desenvolvimento da doença. A doença está associada com altos custos decorrentes de hospitalizações, perda de produtividade, ausência no trabalho e morbidades.

A Orizon oferece, para as empresas, consultoria em Economia da Saúde e levantamentos que podem fundamentar avaliações e direcionamento de investimentos em prevenção. Os estudos em fármaco-economia são elaborados com base no maior banco de dados da saúde suplementar do país, que contempla 18 milhões de vidas. Os trabalhos da Orizon têm reconhecimento internacional da ISPOR (Intenational Society for Pharmacoeconomics and Outcomes Research), o maior fórum mundial fármaco-econômico do mundo. Nas edições dos últimos três anos, a Orizon teve 10 estudos apresentados.

Portal Saúde Business

Sobre Portal Saúde Business

Deixe uma resposta