This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Câmara dos deputados discute telemedicina

Discutida em audiência pública na Câmera dos Deputados com a presença de médicos de entidades e associações, a temática telemedicina mostrou responsabilidade, ética e prioridade à saúde populacional

Quinta-feira passada, dia 29 de novembro, a Comissão de Seguridade Social promoveu uma audiência pública a pedido da Deputada Adriana Ventura (Novo/SP) para debater sobre a regulamentação da telemedicina no Brasil.
Médicos e representantes acadêmicos e de instituições médicas tiveram a oportunidade de pontuar a importância da telemedicina para a saúde populacional. Participaram o Dr Jefferson Gomes Fernandes, Presidente do Conselho Curador do Global Summit Telemedicine & Digital Health, representando a Associação Paulista de Medicina (APM), Dr. Chao Lung Wen (USP), Dr. Carlos Aita Schmitz (UFRGS), Dr. Luiz Ary Messina (RUTE/RNP) e Dr. Luis Antonio Ribeiro (UFMG).

Segundo a Deputada Adriana Ventura, o objetivo do requerimento da audiência pública sobre telemedicina foi o de fomentar a discussão em torno da tecnologia e como ela pode contribuir na prestação de serviços à saúde, diminuindo distância, permitindo o acesso à população e diagnósticos mais precisos, bem como conectar entes e ajudar no tratamento e prevenção da saúde. “Essa comissão têm muitos médicos e eles trazem pontos significantes e eu acho importante pontuar que todos façam seus comentários para que possamos aproveitar tudo o que a telemedicina traz de bom e também construir algo que favoreça a saúde e que beneficie o paciente no centro da atenção”, ressalta a deputada.

Entre os principais pontos abordados durante a sessão, a Deputada questionou a opinião dos convidados com relação aos motivos da resistência por parte de alguns médicos em aceitar a telemedicina. “Parte desta resistência de um segmento da classe médica está no desconhecimento dos benefícios e de como utilizar a telemedicina na prática médica. Preconizamos uma telemedicina responsável, ou seja, feita com ética, segurança e qualidade e conhecendo, além dos seus benefícios, suas limitações. Esta tecnologia é complementar aos cuidados presenciais, e já é realizada em muitos países, tanto na saúde pública quanto privada”, ressalta o médico neurologista, Dr. Jefferson Fernandes.

Para Dr. Fernandes, o novo e as mudanças podem gerar preocupações, mas, na opinião do médico neurologista, a carreira médica pode ser alavancada com a telemedicina, como já acontece em outros países e mesmo no Brasil. “Fazer telemedicina não é uma obrigação, é um desejo, seja do médico que queira usar essa tecnologia e o paciente, que gostaria de ser atendido dessa forma, então não é uma obrigatoriedade”, lembra o médico representante da APM.

Para todos os participantes da audiência pública, foi unanimidade a urgência da regulamentação de uma telemedicina ética, capaz de contribuir para a saúde populacional com a possibilidade de ampliar e melhorar a qualidade assistencial. “Eu acredito que o mais importante é a saúde do cidadão e das populações. Nós devemos priorizar essa questão, que tem que estar à frente de qualquer outra , porque uma vez fazendo isso, nós podemos chegar a um equilíbrio entre o que é necessário e o que pode ser feito para os profissionais que atuam nessa área e principalmente para os médicos”, reforça Dr. Jefferson Fernandes.

A Deputada Adriana Ventura reiterou ao fim da audiência, que essa é a segunda rodada de conversas, com o objetivo de ouvir todas as partes envolvidas e interessadas em telemedicina e que a primeira audiência pública realizada no dia 5 de novembro contou com a participação do CFM e outras associações médicas.

A íntegra da audiência pública pode ser conferida no link.

Global Summit Telemedicine & Digital Health

O Global Summit Telemedicine & Digital Health é o maior e mais importante evento da América Latina sobre telemedicina e tecnologias em saúde, idealizado pela Associação Paulista de Medicina que também é a responsável pela curadoria científica. A organização e promoção do evento estão sob a chancela do Transamérica Expo Center. A proposta do evento é congregar todo o ecossistema da saúde digital e telemedicina, reunindo os atores e os melhores especialistas destas áreas, para compartilharem conhecimento e experiências de ações e iniciativas nacionais e internacionais.

Releases

About Release enviado por Andréa Guardabassi

Profissional de comunicação sênior com mais de 20 anos de atuação em comunicação corporativa integrada de grandes corporações, desenvolvendo planejamento estratégico em relações públicas, comunicação interna, externa, digital e responsabilidade socioambiental, bem como consultoria de gerenciamento de riscos e crises on e offline, preparando executivos e equipes para situações críticas, monitoramento de canais de comunicação interna e externa, desenvolvimento e apresentação de crisis management workshops. Orientada a resultados de comunicação e relacionamento com públicos-alvo, contribuindo para o desenvolvimento da presença dinâmica e posicionamento estratégico das organizações em seus públicos de interesse. Reconhecida por moldar as comunicações e relacionamentos para impulsionar a reputação de grandes empresas e desenvolver planejamentos e ações estratégicas, conta com uma sólida carreira desenvolvida em grandes empresas nacionais e multinacionais, incluindo experiência internacional.

Leave a Reply