This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Telemedicina na reprodução humana

By 8 de abril de 2020 TI e Inovação
reproduçãohumana-fertilização

Especialista na área, médico Matheus Roque explica como essa atividade pode ser benéfica para o atual momento de pandemia

Diante da pandemia do coronavírus o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Agência Nacional de Saúde (ANS) criaram uma resolução que autoriza a telemedicina, orientação médica e monitoramento à distância. A medida, visa evitar que as pessoas saiam de casa no momento de quarentena, minimizando a propagação da Covid-19 e possibilitando o atendimento médico por meio da tecnologia.

No setor de reprodução assistida, foi indicado uma pausa nos novos tratamentos e a continuação dos casos que já estavam iniciados, conforme aponta o médico Matheus Roque, especialista em reprodução humana da Clínica Mater Prime, em São Paulo.

“As recomendações das sociedades médicas de reprodução do Brasil e do mundo é que os casos sejam avaliados individualmente. A princípio, recomenda-se não iniciar novos tratamentos neste momento. Os tratamentos já iniciados, serão seguidos até o fim, com a realização do congelamento dos óvulos ou embriões, evitando-se a transferência de embriões neste momento”, explica Roque.

Nesse contexto, a telemedicina possibilita o atendimento e acompanhamento dos pacientes que estão seguindo com seus procedimentos, para esclarecimentos e demais soluções que podem ser realizadas sem contato humano.

“Em um momento de isolamento social, a telemedicina se faz necessária, pois além de conseguirmos acompanhar os pacientes através de videochamadas, também pode ser uma forma de no futuro regulamentar essa atividade na medicina, de madeira adequada e de forma a ajudar e chegar até pessoas que vivem em locais mais distantes”, pontua Roque.

A clínica onde realiza seus atendimentos está com as atividades pausadas diante da quarentena no estado, mas o médico segue atendendo os pacientes de forma remota.

“Não estamos na clínica, mas estamos 100% online, com diversos agendamentos para dar todo suporte aos nossos pacientes nesse caminho ao sonho da maternidade”, finaliza Roque.
Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.