This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Realidade virtual transporta pacientes internados para diversos lugares do mundo

By 7 de fevereiro de 2020 Hospital, TI e Inovação

Novo equipamento de fisioterapia do Hospital São Lucas Copacabana simula passeio de bicicleta em diferentes paisagens enquanto os pacientes se exercitam. Tratamento usa tecnologia para melhorar a experiência

Já pensou se pedalar pela 5ª Avenida em Nova Iorque, nos Estados Unidos, fizesse parte do seu tratamento de fisioterapia? Se a realidade de pacientes internados não permite tal aventura, pelo menos é isso que o hospital São Lucas Copacabana propõe virtualmente.  A unidade é a primeira do Brasil a receber um equipamento inovador para fisioterapia hospitalar. Trata-se do MOTOmed letto2, ferramenta de terapia motora para o fortalecimento de pernas e braços que conta com um simulador de realidade virtual – o Bike Labyrinth – que reproduz um passeio de bicicleta por diferentes paisagens em uma espécie de jogo digital para entreter os pacientes enquanto realizam o exercício.

Cristiano Gomes, coordenador do Setor de Fisioterapia do São Lucas Copacabana, explica que o equipamento é um cicloergômetro, uma bicicleta ergométrica utilizada no tratamento de pacientes no pós-operatório ou que passam por um longo período de internação e que precisam recuperar a força e a massa muscular dos membros superiores ou inferiores e afirma que o diferencial tecnológico facilita muito o tratamento.

“Utilizar a realidade virtual para esses pacientes é estimulante, pois muitos passam longos períodos no hospital, sem a possibilidade de vivenciar o mundo exterior. Transportá-los para essa outra dimensão, por meio da tecnologia, causa um impacto muito positivo no tratamento. Eles se divertem e se entretêm enquanto se exercitam nas sessões de fisioterapia no hospital. É uma experiência inovadora”, revela Cristiano.

O equipamento conta ainda com a tecnologia de eletroestimulação sincronizada, ou seja, utiliza eletrodos que ajudam na contração do músculo no momento da realização do movimento, o que acelera o processo de ganho de massa e força muscular.

“Investir em equipamentos e inovação é em excelente caminho para o desenvolvimento assistencial, sobretudo quando essas tecnologias ajudam na humanização do ambiente hospitalar, melhorando a experiência dos pacientes”, finaliza o fisioterapeuta.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.