This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

O que as Health Techs esperam para o momento pós pandemia

Desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou o surto de Covid-19 como pandemia mundial em 11 de março, a população do mundo inteiro tem vivenciado mudanças drásticas em suas vidas profissionais e pessoais. O momento pede distância. Distância dos amores, da família, dos amigos e dos colegas de trabalho. Com as saídas cada vez mais restritas por conta do isolamento social, soluções inovadoras têm sido essenciais para suprir as necessidades de todos, na segurança de seus lares.

Por isso, alguns setores que ainda estavam com a digitalização engatinhando, como supermercado, padarias e negócios de bairro tiveram o impulso que precisavam para acelerar o processo. E com a medicina não poderia ser diferente. Os números de infectados pelo novo coronavírus cresce a cada dia e os profissionais da saúde são aqueles que estão na linha de frente no combate dessa nova e tão desconhecida enfermidade. Para para ajudar no achatamento da curva de contágio desse vírus, as health techs têm sido a alternativa mais rápida e segura, tanto para os pacientes quanto para profissionais da saúde.

Segundo a Associação Brasileira de Startups (ABStartups), esse setor tem demonstrado um crescimento exponencial. Enquanto em 2015 o País registrava 235 empresas, hoje já possui cerca de 450 soluções inovadoras para o segmento da saúde. Um bom exemplo de como tecnologia tem sido essencial para a medicina foi a aprovação da telemedicina. A prática, que há anos estava sendo debatida, foi aprovada pelo Senado no último 31 de março para evitar uma maior exposição da população ao vírus e evitar a lotação de hospitais e consultórios por conta de doenças que não apresentam grandes riscos.

Apesar do caráter excepcional por conta do isolamento social, muitos profissionais e especialistas da área acreditam que a prática deve ser regulamentada pelo Conselho Federal de Medicina no momento pós-pandemia. Isso porque o método tem sido capaz de agilizar diversos processos e promover mais segurança para pacientes e profissionais. Com isso, a tendência é que as health techs registrem um novo “boom”, em busca de mais recursos para acelerar a digitalização das áreas de saúde física e mental.

Apesar da gravidade do problema, a pandemia tem colocado em evidência a necessidade e os benefícios que a tecnologia tem para nos oferecer: reduzir distâncias, minimizar a burocracia, proporcionar acessibilidade e promover qualidade de vida para todas as esferas da população.

Sobre a autora
Milene Rosenthal é psicóloga e fundadora da Telavita, plataforma de psicoterapia que conecta pacientes a profissionais da psicologia de todo País.
Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.