This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Grupo Pardini disponibiliza novo exame para detectar agentes infecciosos mais rápido

By 4 de novembro de 2019 TI e Inovação

Teste molecular permite saber se paciente está com Influenza, por exemplo, em apenas 5 minutos e reduz a prescrição desnecessária de antibióticos

O número de mortes pelo vírus da gripe passou de 300 no primeiro semestre deste ano, segundo o Ministério da Saúde. Os dados levam a um aumento da procura por vacinação, mas também por um diagnóstico mais eficiente. “Saber exatamente o que o paciente tem é fundamental para a conduta médica. Quanto mais rápido o diagnóstico, mais preciso o tratamento. No caso da gripe, a utilização de um antiviral apresenta melhor resposta quando administrado nas primeiras 48 horas desde o surgimento dos sintomas”, explica a Dra. Melissa Palmieri, coordenadora médica do Grupo Pardini e especialista em Vigilância em Saúde. Ela acrescenta que o diagnóstico precoce também permite o isolamento imediato do paciente tanto no âmbito do serviço de saúde como no ambiente de trabalho, já que a doença é altamente contagiosa.

Por isso, a importância do ID NOW, um novo exame para detecção de agentes infecciosos como o vírus da gripe, já disponível em algumas unidades do Grupo Pardini. O laboratório é o primeiro do país a oferecer o teste molecular rápido e inovador. Em São Paulo, pode ser encontrado na unidade do Tatuapé, Zona Leste da cidade. O ID NOW tem uma tecnologia exclusiva que torna as análises mais rápidas do que outras também realizadas com uso de biologia molecular e mais precisas do que as dos testes rápidos convencionais. A Dra. Melissa explica que, até agora, existiam outros métodos com resultado em intervalo de tempo parecido, mas sem tamanha precisão. Ou seja, agora é praticamente inexistente a possibilidade de resultado falso negativo. “O ID NOW tem 96,3% de sensibilidade para Influenza A e 100% para o tipo B quando comparado ao teste PCR que, embora tenha o benefício quase idêntico em reduzir resultados falsos negativos, demora para chegar às mãos dos médicos”, acrescenta a especialista, que conta que o diagnóstico preciso e precoce evita a prescrição desnecessária de antibióticos, já que o medicamento não é indicado para doenças provocadas por vírus. “Quando você identifica rapidamente o que o paciente tem, é possível tomar decisões mais confiáveis, efetivas e significativas para ajudá-lo”, garante.

O resultado para Influenza A e B, quando positivo, pode sair em apenas 5 minutos. Quando negativo, em 13. O paciente colhe o exame via swab, um cotonete flexível para obter a secreção nasal, a amostra é colocada num aparelho e o diagnóstico sai na hora, de forma automática, o que elimina erro de interpretação ou qualquer subjetividade. O ID NOW é 3 vezes mais rápido do que os testes de detecção de antígenos e 8 vezes mais veloz quando comparado a outros testes moleculares. Além disso, amostras com cargas virais ou bacterianas reduzidas podem provocar falsos resultados. Mas o ID NOW tem uma tecnologia que faz uma amplificação isotérmica da amostra até um trilhão de vezes, podendo compensar uma coleta de amostra abaixo do desejável, aumentando a probabilidade de detecção da doença. Assim, identifica até 42% mais positivos verdadeiros que outros exames.

O equipamento, lançado nos Estados Unidos em 2014 e com a tecnologia presente em diversos países da Ásia, Europa, África e Américas, é registrado e aprovado pela ANVISA. Além do vírus Influenza, ele consegue diagnosticar o VSR (Vírus Sincicial Respiratório), vilão das doenças respiratórias graves principalmente em bebês. Nesse caso, o benefício é o mesmo: mais agilidade e precisão. Para o VSR, é possível esperar resultados em 13 minutos ou menos. “Vale destacar que aqui também falamos em inibição do uso desenfreado de antibióticos, já que o VSR é um vírus e, portanto, exige outro tratamento”, conclui a médica do Grupo Pardini.

Sobre a Dra. Melissa Palmieri

A Dra. Melissa Palmieri é coordenadora médica do Grupo Pardini e faz parte da diretoria da Sociedade Brasileira de Imunizações Regional São Paulo. Médica especialista em vigilância em saúde pelo Ministério da Saúde, é também membro dos departamentos de infectologia pediátrica e imunizações da Sociedade de Pediatria de São Paulo. Trabalha com vacinas há mais de 15 anos e é pós-graduada na FGV em Administração Hospitalar e Serviços de Saúde. Atua, ainda, na Vigilância Epidemiológica do Município de São Paulo.

Sobre o Grupo Pardini

O Grupo Hermes Pardini é o terceiro maior em Medicina Diagnóstica e Preventiva do país. Tem investido forte na ampliação e na especialização da sua capacidade técnica, produtiva e científica, com o propósito de ampliar a sua atuação no mercado nacional. Dentre as ações, estão aquisições e associações a empresas com expertise em segmentos específicos da medicina diagnóstica. Hoje, o Grupo Pardini está presente em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Goiás. Essa estrutura permite a oferta de cerca de 8 mil tipos de exames e a expertise nas áreas de análises clínicas, diagnóstico por imagem, genética molecular, testes oncológicos de alta complexidade, doenças raras, medicina nuclear, medicina personalizada e patologia cirúrgica. A companhia possui duas frentes de atuação que processam mais de 93 milhões de exames por ano: Laboratório de Referência (Lab-to-Lab), com o qual ocupa liderança nacional na prestação de serviços de Apoio Laboratorial, com o atendimento a mais 6 mil clientes (laboratórios e hospitais) em todo o país, localizados em 1.900 cidades, e Unidades de Atendimento ao Paciente.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply