NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assine

Como IoT está prestes a revolucionar os serviços de saúde?

Por 11 de fevereiro de 2019 TI e Inovação

A Internet das Coisas (IoT) está crescendo em casa ou no trabalho. Essa tecnologia exponencial já tem um impacto significativo sobre como vivemos e trabalhamos. Tais soluções têm, até o momento, repercussões no consumo, como por exemplo, geladeiras, fogão, radio, carros e termostatos conectados. À medida que os consumidores se conscientizam do crescimento da IoT, esperam que essa tecnologia seja usada para melhorar a experiência do usuário no cotidiano.

Ao mesmo tempo, os profissionais de saúde do Brasil enfrentam os desafios de melhorar o atendimento e a satisfação do paciente, eles enfrentam pressões de tempo e aumentam os cortes orçamentários. As soluções de IoT podem oferecer aos profissionais de saúde novas ferramentas e reduzir custo, garantindo que os pacientes recebam o melhor atendimento no momento certo. Os dispositivos conectados não apenas melhoram o processo de diagnóstico e tratamento, mas também podem aumentar e eficiência operacional das instalações de assistência médica, reduzindo drasticamente o fluxo de trabalho e o tempo administrativo.

Existem muito argumentos para o uso de IoT em cuidados de saúde, estão em ascensão. Os provedores de soluções como a Carenet Longevity, continuam inovando e ampliando os limites do que essas tecnologias podem realizar.

No entanto, nesse estágio de adoção, muitos gerentes de TI não compreendem necessariamente o potencial da IoT e desconfiam das implicações de segurança da grande quantidade de dados fornecidos. No ano passado, a área de saúde foi a quinta indústria mais visada em ataques cibernéticos, incluindo o ataque de ransomware ao NHS britânico. Problemas com dados e segurança de rede são um problema real. No entanto, essas preocupações não devem atrasar a adoção da IoT por muito tempo. A pesquisa do IDC prevê que os gastos globais em tecnologias de IoT devem chegar a quase $2,4 bilhões até 2021.

O escopo das soluções de IoT está evoluindo para alimentar essa demanda. Embora as soluções IoT fixas, como os sensores, revitalizem o mercado de dispositivos conectados e permaneçam populares, as soluções móveis de IoT oferecem grandes oportunidades no setor de assistência médica melhorando a interação com o paciente, fornecendo em tempo real acesso mais rápido aos dados para fornecer diagnóstico eficaz e tratamento oportuno. A chave para esse desenvolvimento é a introdução de dispositivos on-the-job, que podem ser combinados com soluções de gateway móvel para garantir a colaboração entre as máquinas.

Por exemplo, o mercado de equipamentos de ginástica já está atingindo um ponto de saturação. Olhando para isso de uma perspectiva profissional, dispositivos semelhantes podem ajudar os médicos a gerenciar bem-estar, em vez de doença. Os dados de saúde são transmitidos em tempo real, independentemente de o paciente estar em casa ou no hospital. Isso inclui frequência cardíaca e pressão arterial, e fornece diagnóstico preditivo e a introdução de medidas preventivas o mais rápido possível.

Além disso, dispositivos como óculos inteligentes podem oferecer uma solução voice para provedores de serviços de saúde ao visualizar remotamente dados de pacientes, imagens e outras informações úteis. Por exemplo, óculos inteligentes já estão sendo usados para treinamento cirúrgico baseado em realidade aumentada (AR), mostrando vídeos passo a passo e sobrepondo-os em um ambiente anatômico. Além dos dispositivos em si, os sistemas operacionais também desempenharão um papel crucial na progressão da IoT no ecossistema de saúde.

É apenas uma questão de tempo até que a IoT se torne uma ferramenta fundamental o ecossistema de saúde. Com esse potencial de transformação, é importante que os gestores de TI compreendam como essas tecnologias podem fortalecer o negócio.

Sobre o Autor:
Fernando Paiva, VP of Customer Success & Digital Sales Transformation da Carenet

Portal Saúde Business

Sobre Portal Saúde Business

Deixe uma resposta