This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

Com Shift Lis, Sabin aumenta conexão com planos e parceiros

By 13 de janeiro de 2015 TI e Inovação
Foram mais de 34 mil horas de desenvolvimento, 56 profissionais envolvidos, 23 projetos, cerca de 400 mil linhas de código e um investimento de R$1,8 milhão. Finalmente, numa iniciativa que durou um ano a partir de janeiro de 2013, o Laboratório Sabin migrou seu sistema para o uso da ferramenta Shift LIS, um grande salto na organização com a integração de toda a plataforma de dados da rede.





De forma geral, o novo modelo coloca o fluxo de trabalho e a comunicação, tanto interna quanto entre instituição e pacientes, no patamar de grandes plataformas digitais e atualizadas às demandas do dia a dia. Um dos exemplos é adequar o contato com as pessoas para além do e-mail, mas também se utilizando de redes sociais, acessíveis de um celular.

“É uma atualização, onde conseguimos ter novas funcionalidades, além de melhorar outras que já estavam disponíveis. O novo sistema auxilia a tomada de decisão com um banco de dados mais rápido”, comenta a presidente executiva Lídia Abdalla.
Agora, todo o sistema pertence a uma plataforma única integrando todas as unidades espalhadas pelo País, o que traz mobilidade e segurança aos pacientes. Está também mais voltada para a conectividade com planos de saúde e parceiros; do ponto de vista do negócio, a inovação gerou mais controle e conexão entre os setores contábil, financeiro e de suprimento, por exemplo. Além disso, processos que eram rastreáveis agora podem ser gerenciados em tempo real, grande ganho, por exemplo, para a logística de amostras, na qual é possível acompanhar não só a posição de andamento, como também controlar as etapas de transporte, observando se já se encontram na unidade.
“Antes você só tinha os dados da entrada do paciente e entrada nos núcleos técnicos. Agora, com a possibilidade de rastreamento de todas as fases do processo pré-analítico, do transporte e das amostras, eu consigo enxergar todo o fluxo. 
Isso é uma garantia para controlar todo o processo, com agilidade, com contato com os médicos”, afirma Abdalla.
O novo sistema também permitiu a integração dos dados dos pacientes na rede do Sabin – se uma pessoa fez um exame em Brasília, por exemplo, e está em Salvador, a unidade já tem o prontuário. 
O laboratório ainda lista diversas outras melhorias: relatórios do sistema gerados em diversos formatos, facilitando a visualização e manipulação em planilhas eletrônicas; disponibilidade para a equipe criar seus próprios relatórios, atendendo as particularidades do laboratório; personalização nas regras de validação automatizada para a liberação de exames, com possibilidade de entrelaçar exames e respostas dos questionários no atendimento; 100% de automação na área de microbiologia; apresentação das exatas informações que serão impressas para o paciente; entre outras.
“Obviamente passamos por um ano de ajuste e refinamento, mas as áreas já sentem a melhoria trazida pelo sistema. As unidades de todo o Brasil têm se beneficiado muito com o canal conectado de comunicação, porque a gente pode integrar as informações que passamos para os colaboradores. É muito importante para a gente que qualquer informação, mudança de exame ou mesmo comunicado institucional, chegue aos 2 mil funcionários em tempo real”, acrescenta a presidente.

*Essa reportagem faz parte do estudo “Referências da Saúde 2014”, da revista Saúde Business. Para ler na íntegra, CLIQUE AQUI
Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply