✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Quatro aplicativos que auxiliam o médico no dia a dia do consultório

Publicidade

Estetoscópio, receituário e medidor de pressão arterial são apenas alguns dos equipamentos imprescindíveis no dia a dia de um médico. Nos últimos anos, mais um dispositivo passou a ter uma importância grande para os profissionais de saúde: os smartphones. Os benefícios e utilidades que eles proporcionam por meio de aplicativos permitem remodelar a gestão e já fazem parte da rotina de trabalho em um consultório.

A última edição da Pesquisa TIC Saúde, com dados de 2016, mostra que 91% dos médicos já utilizam um aparelho celular em seu ambiente de trabalho. Deste total, 78% deles têm acesso à Internet por meio do dispositivo. É um número maior, por exemplo, do que os computadores de mesa e portáteis. Diante desta nova realidade, trabalhar com os programas adequados é essencial. Confira quatro categorias de aplicativos que são essenciais para a gestão do consultório:

Prontuário eletrônico: se o seu programa de prontuário eletrônico não permite a utilização via app em smartphone ou tablet, é melhor repensar sua função. Hoje, é imprescindível que o médico tenha esse recurso na nuvem para acessá-lo em qualquer lugar via Internet, garantindo a mobilidade necessária para a área. Já imaginou estar em um congresso, precisar de um documento e não encontrar porque seu prontuário só permite acesso no computador fixo do consultório?

Atualização médica: em medicina, estar em constante atualização é fundamental. A cada ano surgem novas descobertas e estudos e o profissional precisa estar atento a essas informações. Mas como adquirir esse conhecimento em meio às consultas? Simples, com aplicativos que trazem dados detalhados sobre diferentes patologias, artigos científicos e novidades sobre as mais diferentes áreas. O Medscape e o Whitebook são dois exemplos conhecidos.

Contato com comunidade científica: os estudos são importantes, sem dúvida, mas o diagnóstico sempre é mais preciso quando há uma troca de informações entre médicos. Hoje, há aplicativos que funcionam como uma “rede social”, em que o profissional pode postar fotos de exames dos pacientes (sempre respeitando a privacidade e a ética) para tirar dúvidas e pegar mais sugestões. É o caso, por exemplo, do Figure 1, um dos apps mais utilizados em todo o mundo.

Passo a passo de procedimentos: esta dica é para quem está em início de carreira ou gosta de estudar cirurgias médicas. Há aplicativos que trazem, com grande qualidade gráfica de imagens e com um ambiente 3D interativo, o passo a passo de procedimentos, como apendicectomia, implante de próteses mamárias, etc. O melhor exemplo dessa categoria é o Touch Surgery

       
Publicidade

Deixe uma resposta