150 palestrantes, 8 congressos 📣 Já emitiu sua credencial para participar do HIS18? Estamos no último lote! Saiba mais →

Vittude lança prontuário eletrônico

Publicidade

Nova funcionalidade traz diversos benefícios para psicólogos que utilizam a plataforma

A Vittude, startup que conecta psicólogos e pacientes em três cliques, passa a oferecer um novo serviço aos psicólogos cadastrados na plataforma: o prontuário eletrônico. Com a ferramenta digital, os especialistas ganham uma solução eficiente e segura para registrar as informações dos pacientes.

“O desenvolvimento de um prontuário eletrônico foi uma sugestão do Conselho Regional de Psicologia da 6ª região e também um pedido dos nossos psicólogos”, conta a fundadora e CEO da Vittude, Tatiana Pimenta, que explica: “A maneira mais utilizada para se armazenar essas informações ao longo dos anos foi o registro físico, em papel ou caderno, e arquivamento em gavetas e armários. Entretanto, essa forma de reunir os dados está exposta a vários riscos, como: extravio, quebra de sigilo e corrosão pelo tempo”.

Com o prontuário eletrônico, os dados de anamnese como principais queixas do paciente, histórico familiar, uso de medicações, sintomas e outras informações relatadas durante a evolução das consultas são armazenados em nuvem, seguindo protocolos internacionais de segurança da informação, onde todos os dados são protegidos e criptografados.

Investir em um prontuário eletrônico é um avanço importante. Registros feitos em papel são freqüentemente difíceis de entender devido à escrita ilegível. Além disso, informações importantes podem ser perdidas ou corrompidas devido ao toque único de uma caneta. Prontuários físicos também apresentam limitação de espaço, o que dificulta que os psicólogos incluam todas as informações relevantes disponíveis no prontuário de um paciente. Os registros eletrônicos são fáceis de ler e oferecem muito espaço para manutenção detalhada de registros.

“Em 2009, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) regulamentou a obrigatoriedade de manutenção dos registros das sessões de psicoterapia, como forma de possibilitar a orientação e a fiscalização sobre o serviço prestado e a responsabilidade técnica adotada. O prontuário eletrônico nada mais é que uma ferramenta digital, eficiente e segura para registrar as informações dos pacientes”, resume Tatiana.

       
Publicidade

Deixe uma resposta