✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

SUS completa 30 anos com o desafio de avançar e profissionalizar a gestão

Publicidade

Um dos maiores do mundo, o Sistema Único de Saúde (SUS), completa 30 anos nesta quarta-feira (19/9), com uma série de conquistas ao longo dos anos e vários desafios pela frente. Criado em 1988 pela Constituição Federal Brasileira, que determina que é dever do Estado garantir saúde a toda a população brasileira em um país com dimensão continental, o SUS é o “plano de saúde” de 7 a cada 10 brasileiros.

Dados comprovam sua imensidão. Em 2016, mais de 1,5 milhão de cirurgias eletivas foram feitas por meio dos seus 330 mil leitos e, por ano, realiza mais de 12 bilhões de internações e 4,2 bilhões de procedimentos ambulatoriais; o equivalente à população da Espanha.

Em suas três décadas, o SUS conquistou uma série de avanços para a saúde, como o Programa Nacional de Imunização (PNI), responsável por 98% do mercado de vacinas do país. O Brasil garante à população acesso gratuito a todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Também é no SUS que ocorre o segundo maior sistema público de transplantes de órgãos do mundo, só perdendo para os Estados Unidos. Em 2016, mais de 90% dos transplantes realizados no Brasil foram financiados pelo SUS. Os pacientes possuem assistência integral e gratuita, incluindo exames preparatórios, cirurgia, acompanhamento e medicamentos pós-transplante.

“Além de celebrar as conquistas efetivadas até aqui, a data remete à necessidade de criar políticas que fortaleçam o sistema para que ele possa cumprir de fato a sua missão. Uma dessas medidas que defendemos e que tem se mostrado eficiente é a profissionalização da gestão que permite fazer mais com menos e com muito mais segurança”, explica Danilo Oliveira da Silva, diretor de Operações da Pró-Saúde.

Certificações

Apesar dos avanços, há muitos desafios para que o sistema atinja sua maturidade e consiga, de fato, atender a todos com qualidade. Ranking do setor, realizado em 2016, mostra que dos 2.987 hospitais públicos que atendem ao Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil, apenas dez se destacam por oferecer um elevado padrão de atendimento à população chancelado pelo certificado de excelência concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA 3).

Destes, dois são geridos pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, entidade filantrópica com mais de 50 anos de atuação, que é uma das líderes em certificações nas unidades administradas, incluindo destinos de difícil acesso, como o Hospital Regional Público da Transamazônica, localizado em Altamira, no sudoeste do Pará.

São mais de 25 certificações e outras dezenas de prêmios recebidos pela entidade, sobretudo em hospitais atendidos pelo SUS, contribuindo para a humanização do atendimento hospitalar, por meio de rigorosos sistemas que verificam a qualidade nas unidades de saúde atendidas, como infraestrutura, internação, controle de infecções, higienização e outros processos focados na assistência dos pacientes.

Sobre a Pró-Saúde

Fundada em 1967, como Associação Monlevade de Serviços Sociais, em João Monlevade (MG), a Pró-Saúde é uma das maiores entidades de gestão de serviços de saúde e administração hospitalar do País. A sua sede administrativa está localizada na capital paulista.

Tem sob sua responsabilidade 2.068 leitos e o trabalho de cerca de 16 mil profissionais, contribuindo para a humanização do atendimento hospitalar, em especial do SUS. Também faz a gestão de quatro Centros de Educação Infantil, na cidade de São Paulo.

Com excelência técnica e credibilidade nacional, é uma entidade filantrópica qualificada como Organização Social de Saúde (OSS) e oferece uma gama de serviços em benefício da vida. A atuação na área de administração hospitalar tornou a entidade amplamente reconhecida no setor, permitindo que a Pró-Saúde ofereça a mesma qualidade em assessoria e consultoria, planejamento estratégico, capacitação profissional, diagnósticos hospitalares e de saúde pública, gestão de serviços de ensino e muitos outros.

       
Publicidade

Deixe uma resposta