✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Startup iClinic potencializa gestão de pequenas clínicas e consultórios e aumenta a produtividade dos médicos

Publicidade

A rotina administrativa de uma pequena clínica ou consultório médico é bastante pesada. O médico gasta muito tempo preenchendo prontuários, receituários, com a solicitação dos exames, só para citar alguns exemplos. Já a recepcionista ou a secretária precisam gerenciar e harmonizar as agendas do médico e dos pacientes, esclarecer dúvidas, lidar com as demandas dos convênios, entre outras tarefas. Só que todo esse tempo precioso, tanto do médico como da recepcionista, deveria ser direcionado ao que realmente importa: atender o paciente.

Essa é a proposta da iClinic, líder em software na nuvem para gestão de pequenos consultórios e clínicas. O sistema oferece um leque extenso de funções que automatizam uma série de tarefas do dia-dia da recepcionista e do médico, além de viabilizar informações relevantes para a gestão do negócio. Prontuário personalizável, receituário digital, solicitação de exames com criação de modelos mais solicitados, gráficos de evolução de pacientes, gestão financeira e relatórios, envio de lembretes de consulta automáticos, agenda e acesso remoto são algumas das possibilidades do software. Tudo isso por meio de uma interface simples e intuitiva, o que facilita e agiliza o manuseio sem grandes dificuldades, e disponível em planos que variam dec R$ 79 a R$ 119.

Outro diferencial do programa da iClinic é o seu alto grau de segurança, equivalente inclusive aos sistemas utilizados nos principais bancos do mundo. Isso porque o software criptografa todos os dados inseridos na plataforma – desde os indicadores e relatórios internos da clínica, até informações sensíveis acerca do tratamento e estado clínico dos pacientes presentes nos prontuários.

Essa diversidade de funções combinada a uma interface simples e a um sistema altamente seguro vem agradando profissionais de saúde de diversas partes do mundo desde a sua criação, em 2012. Para se ter uma ideia, atualmente, a iClinic já beneficiou mais de 70 mil profissionais de saúde em cerca de 20 países da América, Europa e África. Este número contempla os médicos e recepcionistas que utilizam diretamente o programa e aqueles que se beneficiam de sua frente em educação. Uma curiosidade é que o sistema é em português e, mesmo assim, vem sendo cada vez mais utilizado por profissionais de nações falantes de diversos idiomas, o que evidencia ainda mais seu potencial de uso intuitivo.

“Nossa empresa tem um objetivo simples: deixar que o médico exerça a medicina com excelência. Ele se preparou no mínimo uma década para isso. Só que para exercer medicina com excelência, a atenção dele não pode ser diluída com atividades burocráticas. A pegadinha é que ele precisa que essas atividades sejam feitas para que o consultório prospere. E essa não é uma dor somente do médico brasileiro. Em diversas partes do mundo esses profissionais sofrem quando o assunto é gestão. A boa notícia é que nosso software é capaz de ajudá-lo em boa parte dessas tarefas, com eficiência e segurança”, afirma Felipe Lourenço, fundador e CEO da iClinic.

O executivo conta que a startup foi criada quando ele ainda era aluno do curso de Informática Biomédica, na Universidade de São Paulo, em 2012. “Durante alguns estágios dentro do Hospital das Clínicas da USP, passei a observar o quanto todo o mercado de saúde ainda era deficitário em relação à adoção de tecnologia e práticas de gestão. Foi aí que enxerguei a oportunidade de negócio e então nasceu a iClinic”, detalha Lourenço, que fundou a empresa ao lado Rafael Bouchabki e Leonardo Berdu.

No ano seguinte, o potencial da companhia chamou a atenção de uma das principais aceleradoras da Europa, a holandesa Rockstart. Durante nove meses, os fundadores da startup ficaram entre Amsterdã e Vale do Silício, em São Francisco, se aprimorando nos quesitos empreendedorismo, tecnologia e inovação, sob a mentoria de executivos de algumas das maiores empresas do mundo, entre elas Google, Facebook e Salesforce. Já em 2015, a startup foi escolhida como uma das 10 empresas promessas da Endeavor, entidade internacional que promove inovação ao redor do mundo.

“O processo de aceleração da Rockstart foi, sem dúvida, um divisor de água para a iClinic. Nessa época, tínhamos um background técnico relevante, voltado para programação e desenvolvimento de produtos, mas precisávamos adquirir bagagem na área de negócios. E lá aprendemos muito sobre o mercado de SaaS (Software como Serviço), nas esferas de marketing, vendas, desenvolvimento de produto, investimentos e muitas outras coisas que vem nos ajudando desde então a construir o negócio. Essa passagem inclusive foi decisiva para nossa indicação com promessa da Endeavor, que veio a acontecer anos depois”, pontua.

Próximos passos

Lourenço acrescenta ainda que iClinic está com uma série de ferramentas e novas funções a ser lançada nos próximos meses. Uma que já está à disposição é o perfil médico, que inclusive é gratuito e também pode ser utilizado por médicos que ainda não são clientes. “Na prática, é uma espécie de site do profissional, cujo objetivo é informar seus pacientes quanto à sua atuação, locais e horário de atendimento, procedimentos realizados, quais são os convênios parceiros, formação e foto do profissional, entre outros. Vale destacar que o iClinic é o software médico com melhor posicionamento no Google, o que potencializa periodicamente o ranqueamento dentro dos buscadores e, por consequência, tende a gerar maior visibilidade, ao longo do tempo, aos perfis cadastrados na plataforma”, explica. Interessados em utilizar o perfil médico devem se cadastrar diretamente no site da empresa.

Outra novidade prevista para meados de novembro é o agendamento online. “Essa ferramenta possibilita que o paciente agende o horário de consultas e procedimentos pela internet, inclusive por smartphones, sem precisar telefonar. É agendar e aparecer para a consulta ou exame. E isso se complementa com uma funcionalidade já existente no iClinic: as mensagens de confirmação de consulta, que dependendo da resposta do paciente o software identifica o padrão da resposta de maneira automática, cancelando ou confirmando a consulta marcada”, conta.

Segundo Lourenço, as novidades fazem parte da estratégia macro da empresa, que é de tornar a vida do médico cada vez menos complexa. “Buscamos resolver e automatizar toda a parte de gestão administrativa para que o médico e a recepcionista se dediquem exclusivamente ao atendimento. Os resultados até o momento são promissores mas ainda há muito trabalho pela frente”, finaliza.

Sobre a iClinic

Criada em 2012, a iClinic é referência em software na nuvem para gestão de pequenos consultórios e clínicas. Atualmente, o software já beneficiou mais de 70 mil profissionais de saúde. Este número contempla os médicos e recepcionistas que utilizam diretamente o programa e aqueles que se beneficiam de sua frente em educação.

A proposta da empresa é bastante simples: trazer agilidade e organização para a clínica para que o profissional possa focar no que realmente importa, que é atender os pacientes. Para alcançar este objetivo, o sistema conta com prontuário eletrônico personalizável, receituário digital, solicitação de exames com criação de modelos mais solicitados, gráficos de evolução de pacientes, gestão financeira e relatórios, entre muitas funções, em planos que variam de R$ 79 a R$ 119.

Em 2013, a iClinic foi selecionada para o processo de aceleração da holandesa Rockstart, uma das principais aceleradoras da Europa. Durante nove meses, os executivos da startup ficaram entre Amsterdã e Vale do Silício, em São Francisco, se aprimorando nos quesitos empreendedorismo, tecnologia e inovação, sob a mentoria de executivos de algumas das maiores empresas do mundo, entre elas Google, Facebook e Salesforce. Em 2015, a startup foi escolhida como uma das 10 empresas promessas da Endeavor, entidade internacional que promove inovação ao redor do mundo.

A iClinic é fundada por Felipe Lourenço, Rafael Bouchabki e Leonardo Berdu. Lourenço é graduado em Informática Médica e especialista em gestão em saúde pela USP e conta com quase 10 anos de experiência no setor. Bouchabki é especialista em tecnologia e possui vasta experiência na construção de aplicações web e sistemas escaláveis. Por fim, Berdu possui MBA em Publicidade & Propaganda e cerca de 12 anos de experiência em marketing digital.

       
Publicidade

Deixe uma resposta