✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Startup cria dispositivo que “antecipa” risco de quedas de pacientes

Publicidade

Startup cria dispositivo que “antecipa” risco de quedas de pacientes e alerta enfermagem em hospitais e home cares

• Baseado em IoT e AI solução chegará ao mercado a partir do ano que vem

• Dados da Anvisa apontam mais de 12 mil quedas entre março de 2014 e março de 2017 em ambiente hospitalar

• Consequências de queda vão desde lesões e fraturas até a morte

A startup brasileira Healthy AI está desenvolvendo o MetaSIX, um dispositivo eletrônico baseado em inteligência artificial (AI na sigla em inglês) e IoT (internet das coisas), capaz de auxiliar profissionais de saúde no processo de prevenção à quedas, um dos principais problemas enfrentados em hospitais e home cares.

O produto, que vem sendo criado há um ano, utiliza escalas e metodologias reconhecidas mundialmente pelo mercado de saúde, e vai entrar em fase de testes em ambiente hospitalar ainda em 2018, com previsão de chegar ao mercado em 2019.

Para utilizá-lo basta colocar o dispositivo no tórax paciente, e ele passa a monitorar seus movimentos 24 horas por dia, mesmo fora do leito. “Esse monitoramento fora do leito é importante, pois 20% das quedas ocorrem no banheiro”, explica Rubens Mendrone, head de operações e inovações da Healthy AI.

É comum, por exemplo, durante a noite, o paciente tentar ir ao banheiro sozinho e cair por alterações no nível de consciência. Fatores como o uso de medicamentos, incontinência urinária e/ou intestinal, distúrbios do equilíbrio, déficit motor, hipotensão postural, déficits sensoriais, falta de segurança no meio ambiente e ocorrência prévia de quedas são fatores de risco. “Ao detectar os primeiros movimentos que indicam um potencial risco de queda, o MetaSIX emite alarmes para a enfermagem que poderá agir a tempo de evitar que a queda aconteça”, afirma Mendrone.

O contato do MetaSIX com o corpo, detecta dados de movimentos que são enviados para um servidor em nuvem, onde um sistema de inteligência artificial emite alertas imediatos para a equipe de enfermagem tão logo identifique ações que poderão resultar numa queda – ou a queda propriamente dita.

Lesões e morte – As consequências de quedas vão desde lesões e fraturas até a morte. De acordo com dados do Sistema Notivisa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a queda de pacientes no universo hospitalar brasileiro é o terceiro evento adverso mais notificado.

O sistema registrou cerca de 12 mil notificações de quedas, a maioria por falta de equilíbrio, entre março de 2014 a março de 2017.

Inovação e Medicina – Focada no desenvolvimento de soluções e inovações tecnológicas para promover saúde e bem estar, a Healthy AI conta com equipes de especialistas em inteligência artificial, IoT e blockchain, que são orientadas e supervisionadas por uma enfermeira-chefe e um conselho médico formado por profissionais renomados de diferentes especialidades e instituições.

Sobre a Healthy AI – Fundada em 2017, a Healthy AI é uma healthtech, startup que desenvolve plataformas de point and care (sistemas de fácil utilização para realização de testes junto do paciente) baseadas em Inteligência Artificial, Internet das Coisas e Blockchain. A empresa pertence ao Grupo Intercompany, mas atua de forma independente. Saiba mais: www.healthyai.com.br

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta