150 palestrantes, 8 congressos 📣 Já emitiu sua credencial para participar do HIS18? Estamos no último lote! Saiba mais →

SONDA e TR Process juntas para automação inteligente de processos

Publicidade

Integradora expande seu portfólio com tecnologias que ampliam a produtividade, reduzindo o tempo e o custo da operação

A SONDA, maior companhia latino-americana de soluções e serviços de tecnologia, acaba de firmar parceria com a TR Process, empresa 100% focada em automação inteligente de processos, com especialização no mercado financeiro, para disponibilizar em seu portfólio soluções de robótica que substituem as atividades de baixo valor agregado pela interação realizada pelas máquinas, reduzindo erros e aumentando a produtividade.

As soluções oferecidas pela TR Process envolvem a robotização da automação dos processos, conhecido como RPA (Robotic Process Automation), assim como a automação da preparação de dados, o chamado DPA (Digital Process Automation).

“O conjunto de tecnologias robóticas utilizadas na automação de processos repetitivos visam imitar as ações realizadas por seres humanos em interfaces homem-máquina. Como resultado, atividades como a análise de crédito e os processos operacionais do backoffice, por exemplo, passam a ser controlados e executados de maneira autônoma por robôs, liberando, assim, os recursos humanos para atividades mais responsivas”, comenta Dino Draghi, diretor de desenvolvimento de negócios e inovação da SONDA.

“O ser humano tem características de trabalho que permitem explorar outras habilidades, como a criatividade e o senso crítico. Nossa proposta é digitalizar atividades rotineiras e de baixo valor agregado, ampliando a capacidade e a velocidade de atendimento do novo consumidor”, pontua o CEO da TR Process, Ewaldo Del Valle, que também é chairman do Institute for Robotic ProcessAutomation & Artificial Intelligence (IRPA AI) no Brasil, órgão internacional que discute o modelo de maturidade para a implantação de tecnologias de RPA e AI.

Do ponto de vista do consumidor, o RPA e o DPA priorizam a experiência do usuário e alavancam a jornada da transformação digital. Se antes um processo de abertura de conta corrente numa instituição financeira era realizado de forma física e levava em média uma semana, hoje a atividade pode ser realizada de maneira remota e com a análise em tempo real a partir do confronto de informações em banco de dados, redes sociais e órgãos fiscalizadores.

Hoje, por exemplo, é possível aprovar e emitir um cartão de crédito físico no ponto de venda em apenas três minutos. O processo, além de veloz, libera os colaboradores que habitualmente fazem esta tarefa para atacar outras frentes da empresa, como a área de vendas.

De acordo com Del Valle, a dinâmica das transações de negócio da economia atual exige que processos e serviços sejam executados em frações menores de tempo. “Investir em iniciativas de RPA beneficia todo o ecossistema, desde o cliente, que pode ter acesso mais ágil a produtos e serviços, passando pelas empresas, que passam a produzir sem interrupções nas jornadas de trabalho, bem como os profissionais, que são realocados para tarefas mais nobres”, finaliza o executivo.

       
Publicidade

Deixe uma resposta