150 palestrantes, 8 congressos 📣 Já emitiu sua credencial para participar do HIS18? Estamos no último lote! Saiba mais →

Sabin anuncia incubação de startup em estudos laboratoriais

Publicidade

Na busca por soluções inovadoras para o setor de saúde, o Sabin Medicina Diagnóstica, consolidado entre os cinco maiores players de seu setor no Brasil, acaba de anunciar novo investimento em programas de incubação de healthtechs. A primeira startup a receber capacitação e recursos por meio da Sabin Ventures, braço de investimentos do grupo, será a Pickcells. Fundada em Recife, a startup tem um board científico com foco em pesquisas laboratoriais.

“A inovação faz parte do DNA do Sabin. Estamos sempre em busca de novas soluções em saúde cada vez mais eficientes e que otimizem custos. Isso tem impacto direto na nossa maneira de ser e de agir: não fazemos inovação por inovação, mas para apresentar uma oferta de valor cada vez mais relevante para clientes e comunidade médica”. afirma Lídia Abdalla, presidente executiva do Sabin.

O programa de incubação da Pickcells vai começar com uma imersão dos pesquisadores da startup na sede do Sabin, em Brasília, com o foco de trabalho na automatização dos exames parasitológicos e posterior ampliação do uso da técnica para o desenvolvimento de exames em outras áreas. A startup será acompanhada com consultorias técnicas e em gestão, além do investimento financeiro. “Com esta iniciativa, estamos ampliando nossas pesquisas em inovações incrementais e também disruptivas, afirma Lídia.

Inovação no DNA

Os projetos de inovação são considerados estratégicos no Sabin. A empresa foi uma das primeiras do setor de saúde a fomentar e desenvolver startups. Foi uma das patrocinadoras da primeira aceleradora no setor na América Latina, além de implantar o projeto Inova Sabin Healthcare, em parceria com o Centro Universitário de Brasília (UniCeub), para estimular startups na criação de soluções em produtos e serviços para o mercado de saúde no Brasil.

Em 2016 se tornou referência em pesquisa laboratorial ao desenvolver o primeiro teste no Brasil para identificar Dengue, Zika e Chikungunya em um único exame, PCR Combo. Fruto da pesquisa reconhecida no maior Congresso da área no mundo, da American Association for Clinical Chemistry (AACC), o teste foi para o mercado apoiando o médico assistente em um diagnóstico mais preciso no momento em que os pacientes mais necessitavam, em plena epidemia de Zika no Brasil.

Um outro projeto de inovação da empresa nasceu da necessidade de criar um novo canal de comunicação para clientes e médicos e diminuir o consumo de papel com impressões. Em 2012 a empresa lançou seu aplicativo , gratuito para iPhone, iPad e Android que contou com mais de 100.000 downloads. Este ano nova versão do app foi lançada com uma série de novidades para médicos e pacientes como push notification, agendamento de exames e chat.

Sobre a Pickells

A PickCells, de Recife, é um dos grandes destaques quando se trata de automação em pesquisas laboratoriais. A startup teve vários reconhecimentos em 2017, como o programa Artemisia Lab Saúde e Bem Estar (Negócio de Impacto Social Destaque) e o Inovativa Brasil (Melhor nas áreas de Saúde, Biotecnologia, Química e Agronegócios, além de ser a melhor no Inovativa de Impacto). Este ano, foi selecionada no ranking das 100 Startups to Watch. Ela faz diagnósticos com a utilização da visão computacional, trabalhando com um dispositivo que captura imagens e envia para a nuvem, para que então seus algoritmos possam identificar e direcionar em qual segmento o laboratório deve trabalhar. A ferramenta funciona em tempo real, e é capaz de simplificar o trabalho dos profissionais de saúde e prestar apoio no diagnóstico médico.

Sobre o Sabin

Fundado em 1984, o Sabin Medicina Diagnóstica está presente em 11 estados e no Distrito Federal com mais de 200 unidades de atendimento, oferecendo serviços de análises clínicas, diagnóstico por imagem, vacinação e check-up executivo. O portfólio laboratorial conta com mais de três mil exames disponíveis para a população. É participante do Programa de Acreditação para Laboratórios Clínicos (PALC), chancelado pela Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML), e certificado segundo as normas ISO 9001, que estabelecem um modelo de gestão de qualidade para organizações, e ISO 14001, que atesta a responsabilidade da empresa com o meio ambiente. O Sabin Medicina Diagnóstica foi reconhecido em 2017 como a Empresa do Ano do Guia Você S/A – As Melhores Empresas para Você Trabalhar, 3ª Melhor Empresa para Trabalhar na América Latina, na categoria Grandes Empresas e foi eleita a empresa mais sustentável do setor de saúde pelo Guia Exame de Sustentabilidade.

       
Publicidade

Deixe uma resposta