✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Mamografia inédita com compressor curvo reduz 93% do desconforto durante o exame e aumenta a detecção de câncer de mama

Publicidade

Hoje o Brasil conta com um número expressivo de mulheres diagnosticadas com câncer de mama. Estima-se que a condição atinge mais de 2 milhões de brasileiras todos os anos, segundo dados do Hospital Israelita Albert Einstein e de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer José de Alencar (Inca), 60 mil mulheres terão esse diagnóstico nos próximos anos. A boa notícia é que cada vez mais os avanços da tecnologia têm colaborado para diagnósticos mais precoces e procedimentos menos invasivos.

Durante a Feira Hospitalar – que acontece entre os dias 22 e 25 de maio – será possível conhecer soluções inovadoras com foco em melhorar a saúde e o bem-estar de mulheres por meio da detecção e tratamento precoce de doenças como o câncer de mama. Desenvolvido pela Hologic – líder de mercado e pioneira na criação de tecnologias para mamografia digital – os equipamentos unem tecnologia de ponta e procedimentos mais rápidos, menos dolorosos e com melhor precisão nos resultados. Conheça as novidades:

Compressor curvo reduz 93% o desconforto durante o exame e oferece imagens mais nítidas

Mamografias utilizando imagens em 3D podem detectar até 65% mais cânceres de mama. Essa tecnologia oferece uma variedade de recursos inovadores projetados para fornecer imagens de alta qualidade para radiologistas, fluxo de trabalho aprimorado para tecnólogos e uma experiência de mamografia mais confortável para as pacientes.

O novo equipamento desenvolvido pela Hologic – chamado 3Dimenions – permite a criação de imagens 3D de alta resolução e HD com maior resolução, ajudando no processo de triagem e análise. Outro grande diferencial do equipamento é que ele possui um compressor curvo conhecido como SmartCurve, que se adapta ao formato da mama, garantindo maior conforto, resultados mais precisos sem distorção ou perda na qualidade de imagem.

“Foi demonstrado que o sistema melhora o conforto em 93% das mulheres que relataram dor ou desconforto moderado a grave com compressão da mamografia padrão. O novo sistema apresenta uma superfície de compressão curvada que reflete a forma do seio para reduzir o desconforto durante o exame e permitir a compressão uniforme sobre todo o seio, garantindo resultados mais precisos”, explica a dra. Vivian Schivartche, médica radiologista especialista no diagnóstico de câncer de mama do CDB Premium, em São Paulo.

       
Publicidade

Deixe uma resposta