🚀 HIS18 Já conferiu os primeiros palestrantes do HIS? Já são mais de 15! CLIQUE AQUI

Laboratórios farmacêuticos podem ter que diferenciar medicamentos injetáveis

Publicidade

De autoria da deputada Laura Carneiro (PFL-RJ), tramita na Câmara o Projeto de Lei 5764/05 que obriga os laboratórios farmacêuticos a diferenciar, pelos recipientes, medicamentos injetáveis que possam causar mortes se administrados a pacientes que não necessitem ou não possam usar tais remédios. A aprovação do projeto pode diminuir as mortes causadas pela administração incorreta de substâncias quando são desrespeitadas as indicações de uso. A diferenciação deverá ser facilmente percebida, deixando claro, ao primeiro contato com as mãos, o potencial letal do medicamento. Os medicamentos que entrarem no mercado após a aprovação da lei terão o registro condicionado à impressão do mecanismo de diferenciação nas embalagens e recipientes. Aqueles que já são comercializados e registrados deverão se adequar para não terem seus registros suspensos até a regularização.
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

       
Publicidade

Deixe uma resposta