✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Infobip apoia Operação Sorriso

Publicidade

A Infobip, empresa que opera uma das maiores plataformas próprias de mensageria omnichannel do mundo, apoia a Operação Sorriso, maior organização médica voluntária do mundo, desde 2016, com a doação da plataforma de mensageria omnichannel. A iniciativa auxilia a ONG na comunicação com as famílias que aguardam cirurgias gratuitas para as crianças que nasceram com lábio leporino e fenda palatina.

A empresa croata, que já opera no Brasil há mais de uma década oferecendo soluções inteligentes em comunicação, é a responsável pela plataforma que integra os canais como SMS e mensagem de voz para comunicar a data, o horário e confirmação das familias no comparecimento das cirurgias. O SMS é o principal meio para comunicação A2P, pois é acessível a qualquer pessoa que tenha um celular com chip ativo.

“Para nós é um orgulho e um prazer imenso poder ajudar na comunicação entre as familias e a Operação Sorriso, via a plataforma de comunicação omnichannel, que alcanca estas pessoas de maneira rápida e eficiente. Iniciativas como essa reforçam o compromisso da Infobip com a responsabilidade social e nos tornam parte de uma sociedade comprometida com o bem comum”, afirma Marcelo Ramos, regional manager (South Latam) da Infobip.

De acordo com Ana Leme, coordenadora de comunicação da Operação Sorriso, desde que começaram a utilizar a plataforma da Infobip para envio de SMS e mensagem de voz, o comparecimento dos pacientes aumentou em aproximadamente 30%. “Nosso trabalho acontece em regiões remotas do país, onde geralmente o celular é o melhor, se não for o único, meio de comunicação com os pacientes. Por isso, é essencial termos um parceiro de alto alcance e eficácia que nos ajude a contatar as pessoas. Além disso, quem recebe a mensagem também tem todas as informações necessárias à mão e com antecedência, o que os ajuda a se planejarem e não perderem as cirurgias ou consultas pós-operatórias”, diz Ana.

Ainda de acordo com a executiva, o fato de ser um serviço doado faz toda a diferença para uma organização que vive de doações, como é o caso da Operação Sorriso. “Não temos mais o gasto com correio e também conseguimos planejar com precisão a quantidade de suprimentos médicos que serão usados nas consultas, visto que temos uma previsão de quantos pacientes comparecerão”, finaliza.

Todos os pacientes que participam da Operação Sorriso precisam comparecer em um dia de triagem, no qual passam por consultas médicas, e depois da missão, têm consultas pós-operatórias de uma semana, seis meses e um ano.

       
Publicidade

Deixe uma resposta