✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Hospitalar 2018: geração de negócios em saúde

Publicidade

Brasil atrai compradores no setor e se consolida como porta de entrada do investidor na América Latina

Os principais players do setor de saúde estiveram reunidos no Expo Center Norte, em São Paulo, na Hospitalar. Durante o evento mais influente do setor de saúde das Américas, entre os dias 22 e 25 de maio, foram registrados mais de 41 mil visitantes únicos de mais de 50 países, que durante os quatro dias somaram mais de 85 mil visitas profissionais. Ao todo, foram 1.200 expositores, 42 eventos de conteúdo, 124 palestras nas áreas do pavilhão, 8.000 congressistas e 620 palestrantes e debatedores.

Das mais de 1.200 marcas expositoras presentes, 70% já renovaram sua participação na Hospitalar de 2019. “Os resultados são bem expressivos, considerando-se o cenário político que vivemos no país. Ouvimos dos expositores que este foi o primeiro ano em que venderam desde o primeiro dia, um sucesso de negócios, o que demonstra a qualificação da nossa visitação e a confiança que conquistamos dos profissionais da cadeia pela capacidade de energizar o mercado”, destacou o diretor de estratégia da UBM Brazil, realizadora do evento, Rodrigo Moreira.

Valdevir Aquino, diretor da unidade de negócios de terapias minimamente invasivas da MEDTRONIC, confirma a afirmação do diretor da UBM Brazil. “Desde o primeiro dia vimos uma movimentação muito grande, com as pessoas procurando inovações. Todos os anos é muito importante estar na Hospitalar, é um momento singular no qual conseguimos apresentar lançamentos e tendências. O público vem interessado em tecnologia e em fechar negócios.”

GERAÇÃO DE NEGÓCIOS

Das empresas relacionadas à Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médico, ABIMO, 113 tiveram a oportunidade de expor seus produtos na Hospitalar. As empresas que não puderam ter seu próprio espaço na feira contaram com a oportunidade de participar do Pavilhão ABIMO. Este ano, o Pavilhão ABIMO contou com 12 participantes, que encerraram o evento com cerca de R$ 500 mil em negócios fechados e mais de R$ 3 milhões em expectativas para os próximos 12 meses. Desse montante, 95% já renovaram a participação para 2019

COMEMORAÇÃO
Este ano, a Hospitalar registrou duas décadas e meia de atuação no setor de saúde. “Comemoramos 25 anos, que foram coroados por esta edição como a melhor de todas, e essas são palavras de quem visitou a feira. Foi uma edição cheia de homenagens referentes a esse marco. Nós mesmos brindamos com as 26 empresas que participam da feira conosco desde a sua primeira edição. Tivemos muitos encontros e oportunidades de negócios em todas as áreas”, disse a presidente e fundadora da Hospitalar, dra. Waleska Santos.

QUALIFICAÇÃO
Segundo o diretor de estratégia e líder da unidade Healthcare da UBM Brazil, Rodrigo Moreira, a qualificação da visitação durante o evento também surpreendeu. “Cerca de 59% dos cargos presentes na Hospitalar são de tomadores de decisão e influenciadores: 18% administrador; 13% do corpo clínico; 7% qualidade; 7% de compras e suprimentos; 6% engenharia/ infraestrutura/ arquitetura, decoração e urbanismo; 5% tecnologia da informação; 3% de produção. Falando-se do segmento das empresas, 33% são da área hospitalar, clínica, casa de repouso e casa de saúde; 14% distribuidor, exportador; 9% lojas de produtos médicos, reabilitação e drogarias; 4% laboratório e análises clínicas; 3% home care.”
Dos principais países presentes da América Latina, a Argentina representou 21,59%, seguida por Peru 15,77%; Chile 15,01%; Bolívia 11,64%; Colômbia 11,49%; entre outros. Já entre os países expositores e visitantes, marcaram presença: Abu Dhabi; Alemanha; Angola; Argentina; Austrália; Bolívia; Brunei; Burkina Faso; Canadá; Chile; China; Colômbia; Coreia do Sul; Costa Rica; Dinamarca; Egito; Equador; Espanha; Estados Unidos; Estônia; França; Guatemala; Holanda; Hong Kong; Hungria; Índia; Inglaterra; Irlanda; Israel; Itália; Japão; Malásia; México; Moçambique; Panamá; Paquistão; Paraguai; Peru; Polônia; Portugal; Porto Rico; Reino Unido; República Tcheca; Rússia; Singapura; Eslovênia; Suécia; Suíça; Tailândia; Taiwan; Turquia; Uruguai e Venezuela.
Dos estados brasileiros visitantes, os cinco principais do ranking são: Rio de Janeiro, 15,41%; Minas Gerais, 15,02%; Paraná, 8,78%; Santa Catarina, 7,02% e Rio Grande do Sul, 6,79%.

INTERNACIONALIZAÇÃO
Diversos encontros foram promovidos em parceria com a ABIMO e a Apex-Brasil, em uma ação denominada Doing Business with Brazil, voltada à promoção do país como exportador de tecnologia na área da saúde e como destino importante de atração de investimentos. Um acordo de cooperação com entidades italianas foi assinado, cujo objetivo é ampliar exportações de produtos de saúde brasileiros e abrir caminhos para que marcas italianas possam se estabelecer em nosso país. Em busca de soluções para a Saúde da Mulher, uma delegação nigeriana participou de reuniões com o governo, empresas e hospitais durante a feira.
Outras reuniões foram promovidas com o Irã, a República Dominicana e a Costa Rica. A indústria de saúde do Brasil já exporta para o Irã, porém visualiza um grande potencial de aumentar essas cifras, visto que o governo iraniano vem ampliando os gastos na área devido à alta expectativa de vida. Já no comércio entre Brasil e países da América Central, foram detectadas diversas vantagens, entre elas a proximidade geográfica e a similaridade de cultura e idiomas, o que fortalece os vínculos das interessadas em levar, para esses países, soluções de alta qualidade a preços bastante competitivos.

AUTORIDADES DO SETOR
O ministro interino da Saúde, Adeílson Cavalcante; o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do PSDB; e o pré-candidato a governador, João Doria estiveram presentes na Hospitalar.
Na solenidade de abertura oficial da feira, no dia 22 de maio, compuseram a mesa:
•          Adeílson Cavalcante, ministro de Estado Interino da Saúde;
•          Linamara Battistella, secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, representando o governador Márcio França;
•          Embaixador Ashok Das, da embaixada da Índia no Brasil;
•          Camille Richardson, conselheira comercial da embaixada dos Estados Unidos no Brasil;
•          Jarbas Barbosa, diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa);
•          Francisco Figueiredo, secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde;
•          Antonio Rugolo Junior, secretário de Estado Adjunto da Saúde de São Paulo;
•          Flávia Egypto, coordenadora de Projetos Setoriais da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX);
•          Tércio Egon Kasten, presidente da Confederação Nacional de Seguros (CNS);
•          Franco Pallamolla, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (ABIMO);
•          Breno de Figueiredo Monteiro, presidente da Federação Nacional dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde (FENAESS);
•          Yussif Ali Mere Jr., presidente do Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Laboratórios e Demais Estabelecimentos de Saúde do Estado de São Paulo (SINDHOSP) e da FEHOESP, mantenedores do Instituto de Ensino e Pesquisa na Área da Saúde (IEPAS);
•          Eduardo Amaro, presidente do Conselho de Administração da Associação Nacional de Hospitais Privados (ANAHP);
•          Renato Carvalho, presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde (ABIMED);
•          Ruy Baumer, presidente do Sindicato da Indústria de Artigos e Equipamentos Odontológicos Médicos e Hospitalares do Estado de São Paulo (SINAEMO) e Diretor do ComSaude da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP);
•          Reinaldo Scheibe, presidente da Associação Brasileira de Planos de Saúde (ABRAMGE);
•          Liliana Chiodo Cherfen, presidente da Federação Brasileira de Administradores Hospitalares (FBAH);
•          Cláudio Allgayer, presidente do Conselho de Administração da Organização Nacional de Acreditação (ONA);
•          Luiz Aramicy Bezerra Pinto, presidente da Federação Brasileira de Hospitais (FBH);
•          Francisco Balestrin, presidente da Federação Internacional de Hospitais (IHF);
•          Sergio Rocha, presidente da Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Produto (ABRAIDI).
•          Luciano Brunheroto, presidente da Associação Brasileira de Facilities (ABRAFAC).

CONTEÚDO
Reforma do Estado
O Congresso Internacional de Serviços de Saúde (CISS) trouxe como tema as mudanças políticas, administrativas e organizacionais no Brasil e em outros países e como elas impactam diretamente o sistema de saúde. Foram apresentadas experiências nacionais e, também, da França, Reino Unido, Estados Unidos e Espanha. Os palestrantes nacionais e internacionais abordaram os impactos que os serviços de saúde sofrem ao longo das reformas do Estado. Um dos assuntos abordados, e que mais gerou discussões, foi sobre como assegurar a segurança do paciente durante esse processo de transição política e tecnológica.

Tecnologia
O HIMSS@Hospitalar apresentou mais de 60 conferências e 8 debates, com a participação de 35 painelistas internacionais e um conteúdo alinhado às melhores práticas, produtos e serviços de digital healthcare no mundo, além da exposição de cases e com um debate temático sobre as principais tecnologias de informação e comunicação em saúde (eHealth). Já a Hospitalar Tecnologia ofereceu uma programação especial destinada a novas soluções criadas para otimizar a vida do profissional da saúde, sendo a inteligência artificial e a inovação os principais temas deste ano.

Facilities
A Arena Facilities Innovation teve como grande destaque o Quarto Hospitalar Modelo, apresentando os mais modernos conceitos em equipamentos, utensílios, mobiliários e revestimentos. O espaço contou também com palestras sobre os processos críticos nos serviços de higiene, nutrição, coleta de resíduos sólidos e manutenção predial; além de destacar pontos como simulação de uma higiene terminal, o uso de QR Code em todos os ambientes, RFID no enxoval, logística reversa de resíduos sólidos e até banho no leito, oferecido de forma eficiente e humanizada.

Reabilitação
A parceria entre a ABIMO e a Hospitalar, com o apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Estado de São Paulo (SEDPCD), resultou no Espaço Reabilitação. Ao todo, foram 8 empresas atuantes no desenvolvimento de tecnologias assistivas que realizou, cada uma, cerca de 100 contatos, criando expectativas positivas para os próximos meses.
Foram destaques: o simpósio “Os avanços da neurociência e seus impactos na reabilitação”, realizado pela SEDPCD; “Novas tecnologias em fisioterapia e terapia ocupacional”, do Crefito-3; o Fórum em Mobilidade Humana: Simpósio Científico Ottobock; e parcerias como a da Hospitalar com a Associação Brasileira de Fisioterapia Cardiorrespiratória e Fisioterapia em Terapia Intensiva (Assobrafir) e projetos em andamento com a Associação Brasileira de Ortopedia Técnica (Abotec) deram respaldo para o desenvolvimento do setor de reabilitação.

       
Publicidade

Deixe uma resposta