🚀 HIS18 Já conferiu os primeiros palestrantes do HIS? Já são mais de 15! CLIQUE AQUI

Hospital São Lucas Copacabana cria centro de trauma

Publicidade

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), de 5% a 10% da população com mais de 60 anos sofre algum tipo de acidente doméstico grave. Segundo a chefe da Emergência do Hospital São Lucas Copacabana, Dra. Teresa Navarro Vannucci, as mudanças comuns ao envelhecimento podem reduzir a força nas pernas e a diminuição da velocidade da marcha e do equilíbrio, aumentando a incidência de quedas e fraturas.

Com o objetivo de disponibilizar um atendimento global ao paciente, o HSL criou recentemente um novo serviço de emergência especializado no atendimento às vítimas de traumas – seja por acidentes domésticos, seja por acidentes de trânsito ou outros tipos de sinistro. O Centro de Trauma, que já está em funcionamento 24 horas por dia, é habilitado a receber as vítimas de politraumatismo que procuram o hospital diretamente e conta com uma equipe especializada para atendimento de pequenos e grandes traumas.

Confira dicas para evitar o risco de quedas em casa e outras recomendações

√ Instalar piso antiderrapante, corrimão e rampa de acesso. Porém, como nem sempre é possível viabilizar piso antiderrapante em toda a casa, é imprescindível que o calçado do idoso seja com solado antiderrapante; não utilizar pantufas e chinelinhos com sola de tecido.

√ Evitar tapetinhos ou paninhos de enfeite pelo chão.

√ Instalar suporte de apoio dentro do box e próximo ao vaso sanitário.

√ Não é recomendável que o idoso tranque a porta do banheiro.

√ Outros fatores importantes são a altura e o tamanho dos móveis. Os objetos de maior uso devem estar ao alcance do idoso; com isso, evita-se que eles utilizem bancos ou escadas para alcançá-los.

√ Cadeiras, poltronas e camas precisam ser de fácil acesso e contar com apoios (costas, braços e cabeceiras) para os momentos de levantar, sentar e deitar.

√ À noite, recomenda-se utilizar abajur ou outro tipo de iluminação indireta nos cômodos de circulação do idoso (quarto, corredores, banheiro e cozinha).

√ Atenção redobrada com os idosos que sofrem de artrose e catarata, dois fatores que potencializam os riscos de queda.

       
Publicidade

Deixe uma resposta