150 palestrantes, 8 congressos 📣 Já emitiu sua credencial para participar do HIS18? Estamos no último lote! Saiba mais →

Hospital Santa Paula completa 60 anos

Publicidade

Hospital Santa Paula completa 60 anos e comemora trajetória de contribuições para a área da saúde

Instituição com foco no atendimento humanizado aposta na criação de institutos para o cuidado de forma individualizada dos pacientes

Em setembro de 1958, quando foi inaugurado, o Hospital Santa Paula era apenas o Pronto-Socorro Santa Paula, um pequeno imóvel na Avenida Santo Amaro que prestava atendimento médico hospitalar com envio de ambulância na casa do paciente. Prestes a completar 60 anos, o complexo hospitalar ocupa três edifícios (dois assistenciais e um administrativo) e atua em cerca de 30 especialidades com foco em tratamentos de alta complexidade especialmente nas áreas de oncologia, neurologia, cardiologia e ortopedia.

Para celebrar a data, o Museu da Casa Brasileira, no Jardim Paulistano, será palco de uma festa fechada do hospital no dia 09 de agosto. O evento contará com uma exposição intitulada “Uma História Para Contar”, que abordará a evolução da medicina com curadoria da jornalista Cláudia Collucci, repórter especial de saúde da Folha de S. Paulo.

O Santa Paula faz parte do Grupo Ímpar e é o segundo maior em faturamento. Atualmente emprega mais de 1,2 mil colaboradores, além de um corpo clínico aberto com 1,5 mil médicos. Em sua infraestrutura, abriga 199 leitos, sendo 59 deles destinados especificamente à terapia intensiva. Além disso, dispõe de centro cirúrgico com nove salas de cirurgia e dez leitos para recuperação anestésica. Anualmente, o Hospital Santa Paula realiza 9 mil procedimentos cirúrgicos, 14 mil internações e atende aproximadamente 100 mil pacientes no Pronto Atendimento.

Preocupado com o bem estar de cada paciente, o Hospital Santa Paula é exemplo de gestão de negócios e referência no atendimento de alta complexidade, cujos principais valores são pessoas e procedimentos baseados em ética, hospitalidade, colaboração, excelência e segurança.

“Implementamos uma importante estratégia de levar o corpo clínico para a administração, formando uma equipe extremamente capacitada, com médicos executivos e de perfil híbrido para atuar na gestão do Hospital Santa Paula. Acompanhamos de perto as tendências do setor para aplicarmos novos conceitos que possam trazer vantagens competitivas ao nosso negócio e diferenciais no tratamento humanizado aos nossos pacientes e familiares”, afirma o presidente George Schahin, no comando do hospital desde 1980.

“A inovação tem um alinhamento estratégico entre todas as áreas da companhia, que permite identificar tendências e necessidades do mercado, trazendo aos pacientes novas soluções. O tema é amplo e não se trata apenas de inovação tecnológica, em diagnósticos e tratamentos, mas também nas formas de relacionamento com os médicos, pacientes e colaboradores”, complementa Dr. Schahin.

O aniversário marca também um importante ciclo de investimentos realizado nos últimos anos pelo hospital, buscando sempre se inovar para oferecer os melhores tratamentos e resultados, focados no atendimento humanizado.

O investimento para 2018 é da ordem de R$ 20 milhões, entre obras, infraestrutura, tecnologia médica e aquisição de equipamentos. De acordo com o presidente, o foco dos investimentos é na expansão dos institutos para atender os pacientes de forma individualizada e integrada com diagnósticos mais assertivos.

No primeiro semestre deste ano, o Santa Paula investiu na expansão do Instituto de Oncologia (IOSP), aumentando a ala dedicada à quimioterapia. A capacidade de atendimento praticamente dobrou, passando de 400 para 750 sessões/mês. Para isso, o hospital realizou obras de infraestrutura para a abertura de um novo andar, com mais pontos de atendimento e contratação de profissionais. A radioterapia também recebeu um upgrade com um novo software, que vai reduzir o tempo de cada sessão em 20%, proporcionando ganho em produtividade, redução no tempo de espera para agendamentos e comodidade aos pacientes.

As novidades não param por aí. Ainda para o segundo semestre, o Instituto de Oncologia vai receber um novo acelerador, o Elekta VMAT, para radiocirurgia – radioterapia de alta precisão.

O Instituto de Oncologia Santa Paula (IOSP) foi o primeiro a se estabelecer, em 2013, em um edifício próprio e com uma parceria com o Centro de Oncologia do Hospital Sírio-Libanês. O objetivo é ampliar o acesso aos pacientes acometidos pela doença por meio de tratamentos modernos e atendimento com equipe multidisciplinar dedicada ao planejamento do tratamento aos diversos tipos de câncer.

Em 2016, foi criado o Instituto de Neurologia Santa Paula, um espaço destinado ao tratamento para pós-AVC (Acidente Vascular Cerebral) e demais patologias neurológicas, conta ainda com neurologista 24 horas no pronto-atendimento, neurocirurgiões e UTI neurointensiva.

Já o Instituto de Ortopedia Santa Paula foi inaugurado em julho de 2017. Voltado especialmente para casos cirúrgicos, o propósito é facilitar o processo de atendimento do paciente que chega ao hospital com uma demanda ortopédica. Caso o especialista recomende a cirurgia, o paciente é encaminhado diretamente ao Instituto, que cuida de todo o processo, desde a autorização do convênio até o agendamento da cirurgia.

Em março de 2018 surgiu o Instituto de Reumatologia, uma área dedicada exclusivamente ao tratamento de doenças reumáticas. O espaço é liderado por Jayme Fogagnolo Cobra, que coordena um grupo de reumatologistas que teve início com Castor Jordão Cobra, em 1942, em uma época que poucas pessoas se dedicavam a esta especialidade. Nesses mais de 75 anos de atividades, dezenas de especialistas se dedicaram em melhorar a qualidade de vida dos pacientes por meio de um tratamento individualizado. Atualmente, a equipe é formada por 26 médicos.

Envelhecimento da população

A terceira idade é um tema prioritário na agenda do Hospital Santa Paula, que acaba de receber o Selo Pleno do programa “Hospital Amigo do Idoso”, uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo para estimular hospitais e entidades públicas a adotarem boas práticas voltadas ao público idoso.

No âmbito de responsabilidade social, o Santa Paula possui uma parceria com o Projeto Velho Amigo – Associação de Amparo ao Idoso – uma entidade sem fins lucrativos que contribui para o melhor funcionamento de instituições de longa permanência, garantindo recursos para idosos em situação de vulnerabilidade social. Os médicos do Hospital Santa Paula doam horas para 17 associações ligadas ao projeto, contemplando aproximadamente 700 idosos. Os atendimentos são realizados no Hospital Santa Paula com especialistas de diversas áreas, com o objetivo de promover a melhoria da qualidade de vida dos idosos e resgatar a sua autoestima por meio da inclusão social e ações de saúde preventiva.

Tecnologia de ponta

O investimento constante em Tecnologia da Informação também é muito importante, uma vez que as certificações digitais estão cada vez mais avançadas e trazem benefícios para diversas áreas do Hospital Santa Paula. Exemplo disso é a conquista da certificação digital internacional HIMMS 6, que confirma uma maturidade importante na área de saúde.

O Santa Paula utiliza prontuário eletrônico em toda a cadeia de atendimento, desde a gestão dos dados na beira do leito para que as informações fiquem disponíveis nos postos de enfermagem em tempo real. A estimativa é que ainda em 2018 conquiste o EMRAM nível 7, a mais importante certificação do setor emitida pela Healthcare Information and Management Systems Society (HIMSS) e se tornar o segundo hospital brasileiro a receber essa certificação.

Em 2017, foi o primeiro hospital na rede privada a utilizar equipamentos com tecnologia de fluorescência de alta definição para proporcionar ao cirurgião evidências claras, durante o procedimento, de áreas com vascularização ou de possíveis ramificações e metástase de um tumor.

Sustentabilidade

A cultura da Sustentabilidade está no DNA do Hospital Santa Paula e existe há muitos anos na companhia, com processos maduros e consistentes. O fato de ser praticamente pioneiro neste pilar entre as redes hospitalares facilitou muito os processos para a conquista de importantes certificações de qualidade.

O diferencial é como o Santa Paula trata o tema desde a implementação das ações, sua evolução e sustentação ao longo do tempo e tem como desafio dar continuidade nas ações para manter a posição de vanguarda e preservar a qualidade da operação em paralelo ao crescimento.

A cultura da Sustentabilidade é constantemente estimulada entre a liderança, os colaboradores e os parceiros estratégicos do Hospital Santa Paula e o tema é trabalhado em parceria com as demais áreas, buscando constantemente a evolução. Entre as ações podemos citar a participação no Desafio 2020 do Programa Hospitais Saudáveis, que tem como meta reduzir suas emissões entre 5% a 10% em relação a hoje, com metodologias, ações, obras e reformas.

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta