🚀 HIS18 Já conferiu os primeiros palestrantes do HIS? Já são mais de 15! CLIQUE AQUI

Hospitais reclamam da demora na autorização dos planos

Publicidade

Hospitais do estado de São Paulo estão insatisfeitos com o tempo que os planos de saúde levam para autorizar o tratamento de seus clientes. A demora na liberação de procedimentos é o problema mais frequente na relação entre planos e estabelecimentos de saúde para 51% dos hospitais paulistas. O percentual consta de uma pesquisa divulgada na quinta-feira (11) pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (Sindhosp) e a Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (Fehoesp). O levantamento feito pelo Vox Populi consultou 49 hospitais, 105 clínicas e 40 laboratórios.

De acordo com o coordenador do departamento de Saúde Suplementar do Sindhosp, Danilo Bernik, a pesquisa revela problemas entre planos de saúde e prestadores de serviço. Esses conflitos são antigos, segundo ele, e comprometem a qualidade do atendimento aos pacientes. “O usuário está sendo prejudicado”, afirmou Bernik sobre a demora nas autorizações. “O cliente pagou pelo atendimento, tem o direito, mas fica esperando.”

Outro problema apontado na pesquisa é a transferência de pacientes de hospitais credenciados para hospitais que pertencem aos planos de saúde durante o tratamento. Segundo a pesquisa, 54,9% dos hospitais afirmam que essa prática existe. Bernik disse que as transferências, muitas vezes, são feitas sem o consentimento do usuário. “O cliente comprou o plano, vai ao hospital e depois é transferido.”

Arlindo Almeida, presidente da Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge), que representa os planos de saúde, reconheceu a existência de problemas. Durante o evento de apresentação da pesquisa, ele disse que os planos também têm diversas queixas sobre a prestação de serviços dos hospitais.

Já o gerente de relações com prestadores de serviços da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) defendeu que os planos, hospitais e a agência mantenham um diálogo constante para a solução desses problemas.

Leia mais:

Pesquisa aponta operadoras que mais glosam no País

Você tem Twitter? Então, siga  http://twitter.com/ e fique por dentro das principais notícias do setor.

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta