✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Futuro promissor para o setor farmacêutico

Publicidade

Segundo dados do Empresômetro, empresa especialista em inteligência de mercado, o setor farmacêutico é um dos mais promissores com investimentos tanto em pesquisas quanto no varejo, o crescimento vem superando todas as expectativas.

“Em 2017 eram mais de 105 mil de empresas ativas no setor, com a criação de marketplaces, sites voltados ao e-commerce, venda direta e aplicativos, a tendência é o crescimento e aumento do faturamento”, diz o diretor do Empresômetro, Otávio Amaral.

Todos os dias mais e mais indústrias, centros de pesquisas, matrizes, filiais e websites estão nascendo num mercado que ainda tem bastante potencial.

“Ele é evidente. Temos um avanço tremendo nas pesquisas, o que tem como resultado medicamentos eficientes para muitos dos males que antes não tinham controle, e tudo isso para uma população que envelhece e a cada dia precisa mais desses remédios. São muitos fatores que tornam esse setor extremamente rentável”, explica Amaral.

O governo também trouxe alguns pontos favoráveis ao setor farmacêutico, entre eles a celeridade da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa em liberar medicamentos e alterações na legislação, como a Lei 3.732/2018 que alterou a Lei 5.991/1973, medida publicada em 09 de novembro, trazendo em seu bojo que a receita médica será válida em todo o território nacional.

“Essa alteração por si só movimenta bastante a economia, pois impactará diretamente na logística da distribuição dos medicamentos, seja no varejo ou no atacado”, esclarece Amaral.

Uma mudança assim favorece principalmente o mercado virtual, o que antes não podia ser vendido diretamente ao consumidor de outra unidade federativa, hoje já pode ser despachado para outros estados. Mais, naqueles estados onde os tributos são menores há um crescimento ainda maior, consequência de um preço menor que poderá ser oferecido tanto para os comerciantes quanto aos consumidores.

Segundo o diretor do Empresômetro, “diante de tudo isso, para 2019 é esperado um crescimento grande do setor, principalmente no que diz respeito ao mercado na internet, através de marketplaces especializados e aplicativos”.

Tudo isso é baseado no comportamento esperado do mercado consumidor, que vê na facilidade de aquisição e conforto fatores cruciais na hora de comprar seus medicamentos, favorecendo alternativas simples, como os aplicativos.

“Você poder comparar preços e comprar, inclusive medicamentos controlados, de dentro de sua casa, sem se preocupar em sair, enfrentar trânsito, esperar em filas. É algo que fez com que eu aderisse às compras na internet”, diz Ulisses Dalcól, advogado que viu na internet a possiblidade de adquirir os medicamentos que precisa.

       
Publicidade

Deixe uma resposta