✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Empresas buscam parcerias no gerenciamento de gestão de saúde dos funcionários

Publicidade

Investimento em ambulatórios próprios e em programas de prevenção pode ser uma das alternativas

A escalada dos custos de saúde e o elevado nível de absenteísmo e de aposentadoria precoce, cada vez mais têm levado empresas a procurar soluções viáveis para enfrentar estes obstáculos sem comprometer o bem-estar e a produtividade do funcionário. Uma delas é investir em um sistema misto de parceria de gestão de saúde interna. Aplicar em programas de prevenção e em unidades ambulatoriais têm sido uma das alternativas para reduzir estes custos e a sinistralidade dos planos de saúde, a exemplo do que já vem fazendo desde 2012 no Brasil a montadora de automóveis Renault.

De acordo com o Dr. Paulo Zétola, médico e gerente geral de saúde e segurança do trabalho da América Latina Grupo Renault, no caso da montadora, a alternativa ideal foi buscar uma parceria com uma empresa especializada em gestão de saúde empresarial na implantação, na gestão do ambulatório e nas ações preventivas de saúde. “Percebemos que para oferecer aos nossos colaboradores uma unidade preparada para atender diversas intercorrências, precisaríamos contar com a parceria de uma empresa com uma expertise comprovada no gerenciamento de centros de alta complexidade”, afirma. A empresa tem atualmente um centro ambulatorial equipado para realizar desde um procedimento rotineiro até uma sala de emergência totalmente aparelhada para atendimentos de evento graves, como casos de infarto do miocárdio, queimaduras e fraturas expostas por ocasião de acidente de trabalho.

A Renault, conjuntamente com o Imtep, empresa líder em gestão empresarial de saúde no país, administram o setor apoiados em quatro eixos distintos que são: prevenção de doenças e acidentes de trabalho, conhecimento científico, promoção da saúde e tratamento de reabilitação. Ao todo, o centro ambulatorial conta com 15 médicos, sendo um ortopedista e um pneumologista contratados diretamente pela empresa, e 10 médicos generalistas e três do trabalho disponibilizados pelo Imtep que realizam cerca de 4.500 atendimentos/mês. No ano, o número de funcionários atendidos no ambulatório se aproxima dos 50 mil.

Além disso, o complexo também conta com duas ambulâncias para atendimento e remoção de vítimas, uma sala de coleta de material para exame, sala de vacinas, farmácia e sistema de expurgo de material. “Não teríamos condições de ter uma estrutura tão completa como esta sem um trabalho conjunto com uma empresa de gestão de saúde empresarial como o Imtep”, afirma o Dr. Zétola.

Ainda de acordo com o médico, o modelo implantado na Renault do Brasil está servindo de referência para as outras fábricas mundiais da montadora. “ Para se ter uma ideia do nível de excelência das instalações e do atendimento prestado, a empresa foi a primeira do país a obter a Certificação de Acreditação da ONA (Organização Nacional de Acreditação), a nível ambulatorial. “Esta foi uma conquista muito importante para o Centro de Saúde Zilda Arns, batizado em homenagem ao trabalho em prol da saúde infantil desenvolvido pela médica fundadora da Pastoral da Criança.

Apesar de contar com toda esta estrutura de atendimento, o objetivo primordial da empresa é investir nos programas de prevenção de doenças e de gerenciamento de moléstias crônicas. Para isso, além de uma ferramenta conhecida como Dr. Renault de aconselhamento médico no qual o funcionário pode tirar dúvidas de saúde, o complexo também conta com uma academia de ginástica com aparelhos de ponta para condicionamento muscular e recuperação fisioterápica. “ Os funcionários diretamente envolvidos na linha de montagem dedicam um período semanal para praticar atividade física de reforço como forma de evitar afastamentos por lesões musculares”, finaliza o médico.

 

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta