✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Confira o que aconteceu no segundo dia do SBF’18

Publicidade

No segundo dia do evento, iniciamos a programação com Scott Hartley abordando a relação entre as ciências humanas e o mundo digital. Investidor do Vale do Silício e autor do best-seller “THE FUZZY AND THE TECHIE”, Scott serviu como Fellow de Inovação Presidencial na Casa Branca e trabalhou em empresas como Google e Facebook. Formado em Stanford, com MBA em Columbia e ex-pesquisador da Harvard Law School, e ainda possui publicações pela Harvard Business Review, Wall Street Journal, Forbes e Quartz.

Em sua palestra ele provoca: “Esse mundo focado em tecnologia, big data, algoritmos, machine learning, automação, na verdade as ferramentas apenas suplementam os humanos. Então quando estudamos códigos, nós não podemos esquecer de estudar também as habilidades sociais, empatia, colaboração e comunicação, que são a nossa vantagem competitiva contra as máquinas. Isso porque as máquinas são muito boas em otimização, listas, processos, mas não são boas em improvisação e contato humano. Nós focamos muito no lado tecnologia da equação. O meu livro fala, com certeza, sobre a importância da tecnologia, mas também da necessidade das habilidades humanas. E perceber que muitas das ferramentas e modos de criar tecnologia, na verdade, remetem a solução de problemas humanos. Por trás de todas essas conversas, nós estamos tratando de filosofia, privacidade, liberdade civil… Todas questões que não são necessariamente tecnológicas.”

Logo após as reflexões, convidamos os participantes à explorarem tecnologias emergentes e imaginar como elas poderiam ser aplicadas na Jornada do Paciente nos âmbitos de Prestadores e Pagadores. A dinâmica, realizada em parceria com a FIAP, foi proposta em grupos de trabalhos, combinando líderes dos setores hospitalares, indústria, laboratórios e operadoras em uma única missão: entender como funcionam tecnologias como blockchain, IoT, Big Data, Realidade Virtual, Wearables, Inteligência Artificial, entre outros, e inspirá-los em como transformar essa discussão em realidade.

Os convidados foram então divididos em duas salas para discutirem os tópicos levantados durante a dinâmica da aplicação de tecnologias na Jornada do Paciente, guiados por dois grupos de panelistas. A primeira sala contou com a orientação de Marcos Cunha, Superintendente Executivo de Negócios do AC Camargo, Carlos Murillo, presidente da Pfizer, Manoel Antônio Peres, CEO do Bradesco Saúde e moderado por Sérgio Ricardo, CEO da Amil. Enquanto o segundo grupo contou com Carlos de Barros Jorge, CFO do Dasa, Patrícia Ellen, CEO da Optum, Luiz Fernando Rolim, Superintendente de Provimento de Saúde da Seguros Unimed e Ary Ribeiro, Superintendente de Serviços Ambulatoriais e Comercial do HCor, moderando.

Também tivemos uma sessão de startups e inovação, destacando-se a Aliança Hospitalar, especializada em acelerar os resultados financeiros e operacionais de hospitais de médio e grande porte; Bioaps, que realiza gestão populacional e monitoramento; e Owl Docs, que lida com a gestão inteligente de documentos corporativos.

De olho em sua agenda personalizada, cada executivo seguiu para a sua programação particular a partir deste momento. De forma geral, aconteciam reuniões de negócios e três salas de conteúdo de forma paralela. Entre os conteúdos oferecidos, haviam dois cases editoriais:

No primeiro case editorial, Daniel Coudry, Diretor Executivo da Amil; Paulo Padro, Superintendente Executivo do Bradesco Saúde e Salvador Gullo Neto, Diretor de Provimento de Saúde da Unimed Porto Alegre debateram o estado atual de qualificação e remuneração baseada em valor no estudo das redes credenciadas e em como podemos incentivar prestadores a investir em ações de qualidade e aprimoramento de processos, no case “Inovação e Qualidade no Gerenciamento da Rede Credenciada”

Já no segundo case editorial, o tema escolhido foi valor em medicina diagnóstica, realizado em parceria com a Abramed, que contou com nomes como Claudia Cohn, Presidente da instituição, Romeu Côrtes, Presidente do Conselho do DASA, Paulo Pedote, Diretor Executivo de Negócios do Grupo Fleury, Fernando Terni, Diretor Presidente da Alliar e Manoel Peres, CEO do Bradesco Saúde para a discussão.

No jantar, os convidados foram recepcionados por uma banda e tiveram a oportunidade de aproveitar network de forma mais descontraída depois de um dia intenso de compromissos.

       
Publicidade

Deixe uma resposta