✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Aplicativo chega para revolucionar a farmacinha caseira

Publicidade

Em um mundo cada vez mais conectado, os telefones celulares ganham cada vez mais funcionalidades. A Medilist é o primeiro aplicativo para Android no Brasil, que ajuda a gerenciar o consumo e o estoque de medicamentos em casa. Leva para o mundo virtual a popular “farmacinha doméstica”, trazendo benefícios para a vida real e ajudando as pessoas a terem mais controle sobre assuntos relacionados à própria saúde. Além de controlar o que tem em casa, para só comprar o que realmente precisa, o usuário também poderá associar este estoque a alarmes que avisam a hora de tomar os medicamentos.

A ideia surgiu do hábito de cuidar. Primogênita de quatro irmãos e hoje mãe e esposa, Laurelena Palhano, idealizadora do projeto, sempre foi muito zelosa por sua família e um dia, enquanto procurava por um analgésico deu de cara uma caixa cheia de medicamentos vencidos e duplicados – “trabalho há 20 anos na área de sustentabilidade e quando me deparei com essa situação, logo pensei no impacto econômico, ambiental e social que isso gerava..”, conta.

O estoque doméstico é algo muito comum para os brasileiros e a situação que a idealizadora do projeto encontrou em sua casa, também. Segundo pesquisas, em média, 57% dos medicamentos das farmacinhas domésticas estão fora de uso, pois cerca de 20% destes estão com prazo de validade expirados e outros 37% estão fora de uso (normalmente sobras de tratamentos). Isso ocorre pois, quando a receita é aviada, dificilmente o consumidor consegue comprar a quantidade exata que será consumida. Outro fator que contribui para esses números, é o recorrente abandono ou displicência nos tratamentos.

O principal objetivo de mediList é auxiliar os gestores de saúde da família a administrar o estoque doméstico. Pelo aplicativo você cadastra cada medicamento que possui em casa, com quantidade e data de validade. Ao aviar uma nova receita, é possível comprar apenas a quantidade necessária, diminuindo a sobressaliência e evitando desperdício.

O registro dos medicamentos, com os dados de identificação, data de validade e quantidade disponível, pode ser feito através de uma busca no banco de dados da plataforma, por digitação ou, por leitura de código de barras, ou ainda, para os que não constem no banco de dados, o cadastro pode ser feito manualmente no formulário próprio. Ao compartilhar estas informações com outros membros da família, é possível para manter o estoque doméstico em dia, acessível e em segurança.

A partir daí, o aplicativo relaciona o consumo eventual e contínuo dos medicamentos e ainda mantém estes registros em históricos individualizados, disponíveis para qualquer ocasião, esteja com conexão de internet ou não, além de possuir um sistema de alarme que ajuda os usuários a não esquecer de tomar a sua medicação e de ministrá-las a pessoas que estejam sob seus cuidados.

A mediList ainda possibilita o envio de todo o histórico de consumo de medicamentos de cada paciente, de forma individualizada, para médicos e pessoas de confiança. Possibilitando assim, a troca de informações sobre as medicações consumidas de forma rápida e segura.

       
Publicidade

Deixe uma resposta