✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

ANS disponibiliza números do setor referentes a abril

Publicidade

Aumento do número de beneficiários reforça tendência de estabilidade

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) atualizou os dados do setor de planos de saúde que são publicados na Sala de Situação, ferramenta disponível para consulta no portal da Agência. Os números relativos a abril reafirmam a tendência de estabilidade que vem sendo observada no setor em 2018, com crescimento no comparativo mensal e ligeiro aumento no comparativo dos últimos 12 meses, encerrados nesse mês.

São 47,3 milhões de beneficiários em planos médico-hospitalares, cerca de 216 mil a mais do que o número registrado em março, e 34,7 mil a mais em relação a abril do ano passado. Os planos exclusivamente odontológicos mantêm a trajetória de crescimento observada nos últimos anos e registraram, em abril, 23,1 milhões de beneficiários, aumento de cerca de 212 mil usuários na comparação com o mês anterior e de 1,3 milhão em relação a abril de 2017. É importante notar que os números podem sofrer modificações retroativas em função das revisões efetuadas mensalmente pelas operadoras.

A maioria dos estados registrou aumento no número de beneficiários de planos de assistência médica no último ano. O crescimento foi observado em 16 Unidades Federativas: Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins. O Paraná registrou o maior crescimento em números absolutos: 43,5 mil usuários a mais no período, seguido por Minas Gerais (36,4 mil), Santa Catarina (32,1 mil) e Ceará (31 mil).

Os planos de saúde exclusivamente odontológicos, por sua vez, registraram crescimento em 24 estados do país. Somente três Unidades Federativas apresentaram queda na comparação anual: Alagoas, Rondônia e Roraima.

Confira nas tabelas abaixo a evolução de beneficiários por modalidade de contratação do plano e por Unidade Federativa.

       
Publicidade

Deixe uma resposta