✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

América Latina discute Regulamentação da Cadeia Fria em evento

Publicidade

O Congresso Internacional Immunopharmacology e Vaccipharma é um dos principais eventos sobre imunofarmacologia e vacina e, em sua 2ª edição, nos dias 25 a 29 de junho, reuniu mais de 400 profissionais de 23 países da América Latina para discutir as tendências do segmento. A equipe de gestão técnica do Grupo Polar, líder no mercado brasileiro de fabricação de elementos refrigerantes, participou do evento que ocorreu em Cuba e foi a única entidade a palestrar sobre qualificação de embalagens para transporte de produtos de cadeia fria.

“Apesar de ser referência na área da saúde, Cuba ainda está começando no que se refere à cadeia do frio. Por exemplo, os órgãos regulatórios não fazem o monitoramento constante da logística de temperatura controlada e, além disso, o país ainda não tem um Guia próprio sobre qualificação térmica”, explica Nathalia Lima, palestrante e coordenadora técnica do Grupo Polar.

A especialista conta ainda, que os diferentes tipos de tecnologia em embalagens térmicas disponíveis no Brasil chamaram muito a atenção dos profissionais participantes do evento. “Nossas embalagens de parede tripla foram a grande novidade para os cubanos. Assim como nosso novo sistema de monitoramento de temperatura da carga, localização, dentre outros pontos relevantes para conhecimento durante o transporte, uma vez que o congelamento das vacinas durante o transporte é uma de nossas maiores preocupações”.

Durante o evento também foi possível conhecer um pouco mais sobre a parceria entre Brasil e Cuba para produção e fornecimento de vacinas para a Organização Mundial da Saúde (OMS) e para o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) distribuir em todo o continente africano e os processos utilizados no transporte desse medicamento.

A gerente do Valida Laboratório de Ensaios Térmicos, empresa do Grupo Polar, Liana Montemor, também participou do evento e foi responsável pela palestra “Principais soluções de sistemas de embalagens aplicadas a cadeia do frio no Brasil”, enquanto Nathalia Lima esteve à frente do painel “Verificando a temperatura interna dos sistemas térmicos de 2°C a 8°C durante o recebimento da carga”.

Liana abordou como oferece aos seus clientes soluções de embalagens térmicas que atendam com qualidade todos os desafios logísticos do Brasil e ainda cumpre com todas as exigências do Guia para Qualificação de Transporte de Produtos Biológicos.

A participação do Grupo Polar durante o Congresso Internacional Immunopharmacology e Vaccipharma foi um convite da MSc Subdiretora do Centro para el Control Estatal de Medicamentos, Equipos e Dispositivos Médicos (CECMED), Olga Casanueva.

       
Publicidade

Deixe uma resposta