This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Por Que Usar Softwares para a Gestão de Clínicas e Consultórios?

By 5 de agosto de 2014 Mercado
gestao-de-clinicas

Hoje realizamos uma entrevista com o Dr. Paulo Salomão, matemático com mestrado em Engenharia de Software e doutorado em Informática em Saúde. Ele é sócio da Katu, empresa com o objetivo de oferecer soluções pioneiras, tecnologicamente sofisticadas e, ao mesmo tempo, de simples implementação e operação.

1. Gostaríamos de saber um pouco sobre sua formação acadêmica e experiência antes de fundar a Katu.

Bacharelado em Matemática pela USP (1982). Mestrado pelo Mackenzie em Engenharia de Software (1994). Doutorado em Informática em Saúde pela Unifesp (2007).
Programador e analista de sistemas (1982-1985), auditor de sistemas pelo Bank of Boston (1985-1989), Diretor de TI no Mackenzie (1989-1992) – Criador do TIA (Terminal Informativo Acadêmico) que ficou nacionalmente conhecido, pois o aluno passava um cartão magnético para ter acesso a notas, faltas, situação financeira, etc.
Proprietário da Borah (1992-2005) – Software de gestão escolar líder de mercado
Proprietário da KATU (2005-) – Sistemas para a área da saúde (consultórios, clínicas, hospitais, etc)
Os sócios da empresa são: Amilton Martha, Mestre em Informática em Saúde pela UNIFESP e Márcio Dantas, bacharel em Bioinformática pela USP-RP e MBA em gestão de projetos pela FGV

2. Quais as maiores dificuldades e as ferramentas mais solicitadas pelos clientes?

Nosso principal produto é um S-RES (Sistema de Registro Eletrônico em Saúde) chamado ClinicWeb.
De todas as implementações e melhorias realizadas no sistema, 70% são sugestões dos próprios clientes (profissionais da saúde como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, etc), 20% implantações de novas tecnologias (caneta digital, scanner, câmera, soluções móveis, etc) e 10% são ocasionadas por legislação (TISS, DMED, etc).
Seguramente, as principais dificuldades dos clientes estão concentradas na parte administrativa de seus consultórios e clínicas e no excesso de burocracia ou controle exigido pela legislação.
Outro problema é a alta rotatividade do pessoal da recepção e a falta de padrão nesses serviços.
Dessa forma, os pedidos giram em torno de relatórios financeiros que permitam monitorar melhor o faturamento, ferramentas que auxiliem na marcação das consultas e a diminuição do absenteísmo, além daquelas que possam agilizar o registro da história clínica.

3. Como você vê o cenário atual da gestão de clínicas e consultórios e qual a diferenciação da Katu para a realização desta gestão?

A gestão de clínicas e consultórios é, de modo geral, bastante amadora. A culpa não é do profissional da saúde pois, apesar dos nove ou mais anos de estudos, não teve qualquer treinamento sobre gestão administrativa do seu negócio durante sua formação. Outro problema é o fato de boa parte dos profissionais dessa área atenderem em mais de um lugar (dois consultórios ou consultório e hospital). É aí que entramos com uma ferramenta ágil, segura e que permite sua utilização de qualquer lugar com qualquer dispositivo computacional (desktop, notebook, tablet ou smartphone).
O ClinicWeb facilita o agendamento e a confirmação de consultas através de SMS (mais de 25 mil por mês), emissão automática de guias de cobrança para os convênios, impressão das prescrições de medicamentos e solicitação de exames, etc.

4. Como é o feedback dos clientes e quais os maiores desafios do pós-venda?

As maiores dificuldades são encontradas no início da implementação do sistema, pois requer uma estruturação administrativa (processos) do consultório/clínica que muitas vezes é insipiente. Depois dessa fase, o acompanhamento fica muito tranquilo e após dois ou três meses de utilização, o cliente já se sente à vontade para fazer algumas sugestões.
A KATU tem por política manter um canal aberto de comunicação com o cliente, como email, site, portal de sugestões no próprio produto, etc.
A grande maioria está bastante satisfeita com o produto e serviços que oferecemos. Prova disso é a quantidade de clientes que chegam através da indicação dos nossos atuais parceiros.

5. Há planos de expansão ou investimentos futuros?

Sim. A KATU tem feito implementações de grandes projetos e, no momento, está trabalhando fortemente na integração de sua plataforma com as de outros atores da área da saúde, como hospitais, redes de farmácias, laboratórios, planos de saúde, etc. Acreditamos que esse seja o futuro dos sistemas em saúde, ou seja, a concentração dos dados do paciente em um único lugar.
Naturalmente, isso irá requerer um aumento da capacidade de entrega da KATU, que deverá vir através de sócios investidores e aumento significativo no quadro de colaboradores.
evento-saude-gestao-saude
Nathalia Nunes

About Nathalia Nunes

Fonoaudióloga formada pela FMUSP, com MBA em Economia e Gestão em Saúde na UNIFESP e apaixonada por comunicação, negócios e tecnologia em saúde. Na Live, trabalho com Marketing, Pesquisa e Conteúdo, tanto na produção de materiais editoriais e de pesquisa, quanto na difusão de temas e ações relacionados a negócios em saúde.

Leave a Reply