This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

Por que farmacêuticas deveriam investir em TI?

By 20 de agosto de 2015 Mercado

Pesquisa e Desenvolvimento de produto nas farmacêuticas é um assunto ainda bastante tradicional, mas já podemos ver um movimento de empresas que mantêm o seu foco na atividade que corresponde ao core business e, ao mesmo tempo, exploram descobertas que são menos centrais a este core.

Um estudo publicado pelo Industrial Research Institute acompanhou 42 spin-outs de empresas europeias para verificar seu background, realização e futuro desenvolvimento.

O sucesso das spin-outs mostra um foco nas atividades core e na motivação do time. O uso de tais spin-outs têm aumentado o valor da cadeia farmacêutica, produzindo muitas drogas que estão no mercado atualmente.

O  número de spin-outs têm aumentado consideravelmente nos últimos anos e pode ser resultado de diversos esforços de transformar a indústria – incluindo os custos de Pesquisa e Desenvolvimento de produto, as taxas de falha de novas drogas e a expiração de algumas patentes grandes.

Show_Banner_728x90_1

A situação analisada pelo estudo indica que os gestores deveriam ver as spin-outs como uma opção com potencial de refocar as atividades da empresa e reduzir custos.

Uma das novidades da área é a nova spin-out da Novo Nordisk, uma farmacêutica com foco em diabetes e atuação em áreas como distúrbios de coagulação e do crescimento e terapia de reposição hormonal. A empresa resolveu investir em uma empresa de soluções de TI, a NNIT. A NNIT tem duas principais áreas de atuação, uma delas é aconselhar, consultar e ajudar farmacêutcas a construir diferentes soluções de TI de acordo com suas necessidades e ainda faz consultorias sobre serviços particulares em referência a gestão da qualidade e desenvolvimento de drogas. A NNTI ainda tem, entre seus clientes, companhias fora da área de farma, como a fabricante de brinquedos Lego.

As spin-outs criam negócios independentes a partir de algo já existente na organização, seja isso uma unidade de negócio, um departamento ou um projeto. As empresas têm várias razões para um spin-out: no caso de capacidades redundantes ou atividades foram do core business, uma spin-out pode ser usada para reduzir custos como uma alternativa a fechar ou vender uma unidade; pode ser usada para reduzir risco se os projetos de P&D não são o foco ou, ainda; para isolamento de alto-risco de R&D em áreas fora do core business.

Artigo originalmente publicado em 26 de outubro de 2014

Nathalia Nunes

About Nathalia Nunes

Fonoaudióloga formada pela FMUSP, com MBA em Economia e Gestão em Saúde na UNIFESP e apaixonada por comunicação, negócios e tecnologia em saúde. Na Live, trabalho com Marketing, Pesquisa e Conteúdo, tanto na produção de materiais editoriais e de pesquisa, quanto na difusão de temas e ações relacionados a negócios em saúde.

Leave a Reply