This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

O Mercado de Saúde digital volta a crescer e atinge recorde

By 11 de abril de 2016 Empreendedorismo, Mercado

Diferente do que foi difundido sobre o primeiro trimestre do ano, recessão e correção por parte do mercado norte-americano, o setor de saúde digital continua progredindo, diferente do setor Tech em geral. O que ainda resulta em maior cautela por parte das empresas de capital de risco.

A última atualização do Q1, no portal da RockHealth mostra números que afirmam a “imunidade” do setor de saúde digital em meio a outros resultados. Os financiamentos presenciaram um crescimento TTM de 13% e o crescimento anual de quase 50%. (Comparado ao primeiro trimestre de 2015 esse é uma expansão recorde).

O Financiamento total para a Q1 2016 já chegou a U$ 981.3 M, o primeiro trimestre total mais alto desde  2011, quando foi começado o estudo pela Rock Health sobre financiamentos do mercado. Os dois maiores negócios representam 34% do valor de transações do trimestre. É o maior valor médio de transações representado (U$ 18.2 milhões) desde Q2 2015.

Os Cinco maiores acordos do trimestre

  • Flatiron Health (U$ 175M). Uma empresa de plataforma para inteligência clínica para prestadores de cuidados ao câncer;
  • Jawbone (U$ 165M). Empresa que desenvolve e comercializa tecnologia wearable personalizada para cada usuário. Monitorando os hábitos de sono, alimentação e exercício e produzindo insights a partir dessas observações;
  • HealthLine (U$ 95M). A companhia utiliza uma plataforma de pesquisa orientada por taxonomia, fornecendo informações de saúde inteligente para os usuários;
  • Health Catalyst (U$ 70M). Novo provedor de armazenamento de dados de saúde;
  • Higi (U$ 40M). Possui quiosques com telas que medem a pressão sanguínea, pulso e IMC do usuário.

As  categorias preferidas dos investidores que emergiram estão relacionadas a informação da saúde, rastreamento de dados, e por fim, aqueles que fornecem contexto de dados e quais os impactos para o setor de saúde.

Com o aumento do acesso comum aos dados de consumo, através da tecnologia de smartphones e outros sensores, a coleta de informações passa a ser a parte mais fácil do processo. E o desafio maior das empresas é emparelhar esses dados para que se transformem em insights para criar planos de cuidados cada vez mais personalizados.

Apesar de estarmos falando apenas do começo de 2016, é otimista o cenário para o resto do ano. As fusões e aquisições representarão na maior liquidez do setor de saúde digital. As ações do setor continuam a serem negociadas em números mais baixos. A indústria em destaque é a Fitbit que está negociando 50% a baixo do seu preço de primeiro dia.

Fusões e aquisições continuam a crescer, quase dobrando 2014-2015 no volume de transações (95 ofertas para 187 ofertas).

Leia mais nesse artigo
Nathalia Nunes

About Nathalia Nunes

Fonoaudióloga formada pela FMUSP, com MBA em Economia e Gestão em Saúde na UNIFESP e apaixonada por comunicação, negócios e tecnologia em saúde. Na Live, trabalho com Marketing, Pesquisa e Conteúdo, tanto na produção de materiais editoriais e de pesquisa, quanto na difusão de temas e ações relacionados a negócios em saúde.

Leave a Reply