INSCREVA-SE para o HIS19 e atualize-se com mais de 70 horas de conteúdo! Inscreva-se

Mandetta será o futuro ministro da Saúde

By 21 de novembro de 2018 Mercado

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT, que desde o primeiro momento externou seu irrestrito apoio ao deputado federal Luiz Henrique Mandetta, esteve representada na sua indicação pelo presidente eleito Jair Bolsonaro pela sua presidente, Patrícia Moraes Barros Fucs, pelo diretor de Regionais, Paulo Lobo, pelo presidente da Comissão de Educação Continuada, Roberto Ikemoto e por Luiz Carlos Sobania.
Membro ativo da SBOT, Mandetta participou ainda na semana passada, ao lado do deputado Mário Heringer do fórum de Defesa Profissional realizado durante o 50º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia. O Fórum foi a oportunidade de discutir mais uma vez os objetivos da Frente Parlamentar de Medicina, criada e dirigida pelo deputado federal Luiz Henrique Mandetta e que igualmente tem merecido todo o apoio da SBOT, em nome dos seus 11 mil associados.
A escolha de Mandetta, foi anunciada nas redes sociais pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro. Ele escreveu que “com o apoio da grande maioria dos profissionais de saúde do Brasil, anuncio como futuro Ministro da Saúde, o Doutor Luiz Henrique Mandetta”.
Ortopedista, com foco em pediatria, Mandetta já atuou no Hospital Militar e no Hospital Geral do Exército, no Rio de Janeiro, foi diretor da Santa Casa de Campo Grande, da Unimed e secretário da Saúde de Campo Grande, no seu estado natal, Mato Grosso do Sul, antes de se eleger para a Câmara Federal, pelo DEM, onde tem atuado tanto na defesa dos interesses dos profissionais da Medicina, como batalhado por uma política de Saúde Pública que atenda às demandas da população brasileira.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply