This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Estudo: Variação de custo médico hospitalar

By 23 de maio de 2016 Mercado

O índice de variação de custo médio hospitalar (VCMH) é o principal indicador utilizado pelo mercado de saúde suplementar como referência sobre o comportamento de custos. O estudo realizado pelo Instituto de estudos de Saúde suplementar (IESS) registrou uma alta de 19.3% nos últimos doze meses, se referindo do ultimo data-base do instituto em dezembro de 2015.

A VCMH se manteve superior à variação da inflação geral (IPCA) que foi de 10,7% para o mesmo período. Desde julho de 2015, o índice apresenta tendência de crescimento. De dez/14 à dez/15, a VCMH passou de 15,3% para 19,3%, respectivamente, o que corresponde à um aumento de 4,0% no total.

O estudo declara que a Internação é o principal item dos gastos médicos em planos de saúde, principalmente devidos aos componentes Materiais e Medicamentos.  O mercado de trabalho foi bastante impactado, assim como a renda média da população brasileira desde 2011, mais precisamente, com a recessão na economia até então. O que tem maior impacto sobre os beneficiários de planos individuais.

Dada a conjuntura econômica do país e seus impactos sobre a saúde suplementar, a alta inflação médica é uma fonte de preocupação no setor, percebe-se uma tendência de desaceleração no índice no primeiro semestre de 2013, seguida de uma aceleração e culminando numa variação de 18,2% em mar/14. Após um curto período de desaceleração da VCMH, o índice volta a subir em mar/15, crescendo continuamente e alcançando 19,3% em dezembro de 2015.

A VCMH tem sido impulsionada principalmente pela aceleração no índice dos procedimentos de Internação e de Exames. O estudo separou grupos de atendimento para analisar separadamente. Consultas, Exames, Terapias e Internações, em que o principal componente da VCMH é o grupo de Internações, responsável por 10,7 p.p. do total da variação em dezembro de 2015.

O grupo de Internações é responsável por mais da metade da variação do VCMH total. Os demais grupos possuem uma participação menor no aumento dos custos, sendo que Terapia foi responsável por 4,8%, Exames por 1,8%. e Consulta por 1,7%. Em dezembro de 2014, a variação de custos médio hospitalar total foi de 15,8%, ou seja em um ano, o aumento da variação foi de 3,4%. Historicamente o valor atual apresenta a maior variação em 2015.

A faixa etária dos beneficiários é também um fator que influencia na variação dos custos médicos – crianças e idosos utilizam mais serviços de saúde que o restante da população assim como as mulheres em idade fértil, devido aos procedimentos obstétricos. A amostra de beneficiários utilizada para o cálculo da VCMH/IESS, 24,6% dos beneficiários têm mais de 59 anos, enquanto no conjunto de beneficiários de planos individuais da ANS essa proporção é bem parecida: 23,7% (ANS Tabnet).

Faça o download do estudo completo, aqui.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply