This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Eco Medical Center: Projeto médico pioneiro no Paraná já tem 60% de ocupação comercial

By 11 de setembro de 2020 Mercado

Obras estruturais já foram finalizadas; projeto será concluído em 2021 e contempla integração de serviços, com mais de 300 profissionais de áreas diversas reunidos

A um ano da conclusão das obras, o Eco Medical Center – projeto pioneiro de saúde no Paraná – já atingiu 60% de sua ocupação comercial. O complexo médico contará com uma estrutura hospitalar disruptiva com capacidade de atendimento para 4 mil pacientes/dia e 300 profissionais de diversos segmentos da medicina, em um projeto orçado em R$ 100 milhões. As obras estruturais foram concluídas neste mês e a entrega ocorrerá em 2021.

“É uma satisfação já ter atingido esse número de ocupação comercial neste projeto, que é disruptivo na área da saúde.”, conta João Luiz Garcia de Faria, gestor do Eco Medical Center e diretor-geral do Hospital IPO. “A integração de segmentos é uma prática que, sem dúvidas, trará grandes benefícios aos pacientes do Eco Medical Center”.

Distribuído em 19 mil metros quadrados, o complexo médico irá somar-se à estrutura já existente de 11 mil metros quadrados do Hospital IPO, referência nacional em otorrinolaringologia. O projeto conta com a expertise imobiliária do Grupo D. Borcath, que atua há 44 anos nas áreas de incorporação, construção e hotelaria, e tem gestão provida pela BF Medical Facilities, associação entre os empresários João Luiz Garcia de Faria e Douglas Borcath Filho.

“A conclusão das obras estruturais representa 50% do avanço total do projeto. Agora, damos início a execução dos acabamentos, que contemplarão uma gestão de serviços pensada nos mais modernos projetos de medicina do mundo”, diz Borcath Filho.

Estrutura com serviços integrados de diversos segmentos da medicina

O Eco Medical Center será uma iniciativa inédita no estado: mais de 300 profissionais de diversos segmentos da medicina reunidos em um só lugar, com gestão e serviços integrados que otimizem a vida dos médicos como incubadoras de startups, coworking, advocacia e contabilidade, entre outras facilidades.

O médico que desejar integrar-se à equipe do Eco Medical Center terá à sua disposição uma estrutura pioneira em território nacional, inspirada no complexo Medical City, dos Estados Unidos. A estrutura busca ser um ponto único para entrada e saída, ou seja, se o médico precisar de um advogado, contador terá no local; serviços administrativos, e secretárias ou recepcionistas inclusive. Outro grande diferencial é que todas as salas cirúrgicas, centro de exames e os núcleos de pesquisas do Hospital IPO (NEP) e do Centro de Diagnóstico Água Verde estarão à disposição para utilização dos associados, além de um núcleo de endoscopia e um Centro Cirúrgico ambulatorial.

BF Medical Facilities

A associação entre os empresários curitibanos João Luiz Garcia de Faria e Douglas Borcath Filho fez com que surgisse o BF Medical Facilities, que marca uma nova e ampla concepção de gestão de negócios relacionados a saúde. O modelo surgiu para tornar viável e administráveis  empreendimentos do porte do Eco Medical Center, que necessita de todos os recursos para atender investidores, médicos e pacientes. O modelo tem gestão parecida com os adotados pelo setor hoteleiro, por exemplo, para o médico usuário, se a secretária faltar, o serviço substitui por outra profissional igualmente capacitada e orientada do quadro do Eco, sem prejuízos na agenda de atendimentos e consultas naquele dia. O mesmo vale para uniformes, materiais de dia a dia e serviço de agendamento à distância.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.