This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

Como gerenciar o tempo e não deixar pacientes esperando?

By 11 de setembro de 2014 Mercado

Atrasos já fazem parte do dia a dia do médico, seja qual for a sua especialidade. Algumas demoras, apesar do que se imagina, não são por causa de um profissional que não sabe como gerenciar o tempo, e sim, por motivos que não podem ser previstos ou evitados. Seja por pacientes que necessitem de exames extras, tenham muitas dúvidas ou diversos problemas, a sala de espera está constantemente cheia de clientes insatisfeitos com a demora.

Porém, mesmo que alguns problemas de atraso sejam inevitáveis, há formas de como gerenciar o tempo e se organizar para diminuir essa demora e, consequentemente, a insatisfação de outros pacientes que estão na sala de espera.

Diferentes especialidades e médicos demandam um certo tempo de consulta. Uma das formas ideais de como gerenciar o tempo é saber o quanto cada atendimento leva geralmente, e assim, planejar a agenda do dia de acordo com esses horários. Conhecer alguns pacientes habituais também é uma excelente estratégia para descobrir o tempo necessário que levará o encontro.

Atualmente, existem diversas ferramentas que podem evitar as longas filas na sala de atendimento. O uso de planilhas, o treinamento de funcionários, os softwares e aplicativos podem ajudar muito o médico a saber como gerenciar o tempo.

O uso de SMS ou ligações para avisar os pacientes de consultas, por exemplo, pode ajudar a diminuir os atrasos. Alguns clientes aproveitam esse momento para cancelar uma consulta, ao invés de simplesmente não aparecer. Isso faz com que o médico possa atender alguns pacientes adiantados, evitando as longas esperas.

Algumas vezes, porém existem pacientes que estendem a consulta mais do que o necessário. Se o atendimento está completo, é papel do médico, de forma educada dispensar o paciente. Deixe sempre claro que você está aberto à uma nova consulta para novas ocorrências futuras. Isso faz com que o paciente se sinta seguro para voltar em outro momento e continuar a conversa.

Organização e sensibilidade são as duas ferramentas mais importantes de como gerenciar o tempo no consultório. Com isso, os pacientes entenderão que nem sempre a demora é culpa do médico e os atrasos serão minimizados.

Camila Alves

About Camila Alves

Leave a Reply