This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Afya amplia investimentos em startups de suporte ao médico

By 13 de outubro de 2020 Destaques, Mercado

Depois da PEBMED, em julho, a Afya, maior grupo de educação médica do país, firma compromisso de compra da iClinic, plataforma de serviços digitais para médicos, utilizada em 1.300 cidades do país em 50 especialidades diferentes

A Afya Educacional, maior grupo de educação médica no Brasil, firmou compromisso de compra da iClinic, startup criada em 2012 para oferecer prontuário eletrônico a médicos, projeto que valeu à empresa vaga em um processo de aceleração da holandesa Rockstart Accelerator. Com o tempo, a iClinic foi incorporando serviços como agendamento de consultas, marketing médico e gestão financeira de faturamento com operadoras de planos de saúde. Durante a pandemia da Covid-19, a iClinic abriu nova frente de negócios: a telemedicina. A Afya firmou compromisso de compra de 100% da iClinic ao valor de R$ 182.7 milhões. A transação está sujeita a condição suspensiva de realização de due dilligence e a Afya tem a expectativa de concluir a operação em dezembro.

Esta é o segundo movimento da Afya no segmento de healthtechs. Em julho, o grupo comprou a PEBMED, plataforma tecnológica de auxílio à tomada de decisões clínicas e proprietária do Whitebook, há quatro anos no Top 10 dos apps de maior receita gerada no Brasil. “Nossa empresa é vocacionada para cuidar de toda a carreira do médico, desde a graduação até a última especialização. A chegada de healthtechs ao grupo Afya já está desenhada há mais de um ano. Estávamos muito atentos a este setor, que organiza e agiliza a rotina do médico. E com tudo o que vimos durante a pandemia, com profissionais de saúde sobrecarregados e diante de desafios inéditos, estas startups ganham ainda mais relevância, oferecendo suporte para que o médico possa se concentrar na sua atividade, junto aos pacientes”, explica Virgilio Gibbon, CEO da Afya.

Criada por Rafael Bouchabki, Felipe Lourenço e Leonardo Berdu, que permanecem no negócio, agora como executivos da Afya, a iClinic vai experimentar uma nova fase na história da empresa. “Fazer parte do maior grupo de educação médica do país nos gera inúmeras oportunidades. O ramo de educação, por exemplo, já estava no nosso radar. Utilizar a nossa ferramenta, que é de uso diário do médico, como plataforma de distribuição de cursos, como o de telemedicina, gestão de clínicas e consultórios e finanças para médicos, tem um potencial imenso”, explica Felipe Lourenço.

Três mil novos clientes durante a pandemia

A iClinic opera por modelo de assinatura (SaaS). O médico pode aderir a um ou mais serviços. Em média são 680 mil atendimentos/mês realizados e 400 mil/mês prescrições geradas. Médicos em mais de 1.300 cidades brasileiras de 50 especialidades usam os serviços da iClinic. A plataforma é consultada por médicos brasileiros espalhados em mais de 70 países.

Desde que foi criada, a startup comprou a carteira de clientes de três empresas: a P2D Prontuário Universal, a Consultório Digital e a divisão brasileira da indiana Practo. “Temos 23 mil usuários ativos. Durante a pandemia ganhamos mais de 3 mil clientes, entre consultórios e clínicas em todos os estados do país”, completa Felipe. A iClinic conta atualmente com 110 colaboradores, divididos nos escritórios de São Paulo e Ribeirão Preto. O grupo passa a fazer parte da VP de Inovação e Serviços Digitais da Afya, liderada por Julio De Angeli. “Temos muitas oportunidades de crescimento dentro do grupo, buscando sinergia na graduação, pós-graduação, especialização e, agora, em serviços agregados aos médicos via plataformas tecnológicas. Com o time da PEBMED, recém-chegado, e agora o da iClinic, nossos planos de liderar a digitalização do setor de saúde seguem mais firmes do que nunca.”

Expansão também na graduação

Maior grupo de faculdades de Medicina do Brasil em número de vagas (2.143) autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC) e em número de alunos de Medicina matriculados (9.097), a Afya anunciou a aquisição de três instituições de ensino em 2020. Em fevereiro foi o Centro Universitário São Lucas (UniSL), com três campi em Rondônia e 182 vagas anuais de Medicina autorizadas pelo MEC – o maior número entre instituições de ensino da Região Norte. O UniSL tem cerca de 10 mil alunos na graduação, dos quais 941 em Medicina, que chegarão a 1.300 quando o curso atingir a maturação, no final de 2025.

Em agosto a Afya ampliou sua presença no Nordeste com a aquisição da Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba (FCMPB), instituição vocacionada para a graduação em Medicina, com 157 vagas anuais autorizadas MEC e 850 alunos matriculados. No mesmo mês a Afya anunciou ainda a compra da Faculdade de Ensino Superior da Amazônia Reunida (FESAR), em Redenção, no Pará, ampliando sua oferta de cursos de Medicina no estado: a pouco mais de 350km, em Marabá, fica a Facimpa.

Fundada há 15 anos, a FESAR conta com 120 vagas anuais de Medicina autorizadas pelo MEC. São 227 alunos matriculados, que vão passar a 864 quando o curso atingir a maturidade, em 2024. Um dos destaques da instituição é a excelência do ensino, atestada pelo MEC: o Conceito Institucional (CI) é nota 4 e o Conceito da Medicina, nota 5, ambos em uma escala de 1 a 5. No caso da FCMPB e da FESAR, as aquisições estão sujeitas a condições precedentes que deverão ser concluídas até novembro.

Em outubro, a Afya ampliou sua presença com cursos de Medicina para 10 estados: além de Minas Gerais, Tocantins, Piauí, Bahia, Pará, Rondônia, Rio de Janeiro, Paraná e Paraíba, o grupo está operando também no Maranhão, no município de Santa Inês, onde obteve autorização do MEC para início do curso de Medicina por meio do Programa Mais Médicos, do governo federal.

Em 2019, a empresa venceu sete editais do Programa Mais Médicos para abertura de novos cursos de Medicina. Foi a instituição mais vitoriosa neste processo em todo o país. Em cada município (um no Acre, dois no Amazonas, três no Pará e um no Maranhão), a Afya vai oferecer 50 vagas anuais de Medicina.

Vocação para a Medicina há 21 anos

A história da Afya teve início em 1999, com a primeira faculdade no Tocantins. O posicionamento evoluiu desde então e hoje o grupo se apresenta como a principal referência em educação médica, capacitando os alunos para transformarem seus sonhos em experiências extraordinárias de aprendizagem em todas as fases da carreira: da graduação à última especialização.

Primeira empresa de educação médica do mundo a abrir capital na Nasdaq, a Afya escolheu a bolsa americana pelo alinhamento daquele mercado e das outras empresas lá listadas com o trinômio educação & saúde & tecnologia, traduzido em uma proposta metodológica inovadora, com currículo integrado, aprendizado adaptativo e metodologias ativas. Cerca de 70% das faculdades e Centros Universitários da Afya estão nas Regiões Norte e Nordeste. “Em 21 anos, já formamos mais de 10 mil médicos, capacitando-os a prestar serviços de saúde, fixando-os em suas regiões de origem e garantindo atendimento médico em municípios remotos do país’, diz Gibbon, CEO da Afya. Mais informações no site.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.