INSCREVA-SE para o HIS19 e atualize-se com mais de 70 horas de conteúdo! Inscreva-se

Usuários de smartphone avaliam melhor prontuários eletrônicos

By 17 de outubro de 2014 Hospital

A Software Advice, empresa que oferece auxílio na escolha de softwares, em colaboração com a Research Now, realizou sua pesquisa anual para verificar qual o nível de satisfação e quais os benefícios e desafios que os usuários de prontuários eletrônicos (EHR) apresentam na adoção da tecnologia e no uso dela na rotina. Os resultados podem ser vistos abaixo:

Eles coletaram cerca de 600 respostas neste ano de usuários de diversas áreas de medicina e saúde, em geral.

Captura de Tela 2014-10-16 às 16.34.21

Dos profissionais que acessavam os prontuários eletrônicos de um device móvel estavam “muito satisfeitos” com a tecnologia, comparado a 28% dos usuários de prontuários eletrônicos por web.

Apesar de ter havido um crescimento de aplicativos mobile para o EHR, a grande maioria ainda utiliza o desktop ou laptop como acesso principal. Apenas 26% dos usuários utilizaram seu tablet ou smartphone para acessar o EHR.

O fato de que os usuários de plataformas mobile estão mais satisfeitos com os prontuários eletrônicos podem ter acontecido graças à baixa frequência de atualizaçãodo sistema, tornando os usuários menos afetados que no caso de usuários não-móveis.  A dificuldade em aprender o sistema e a diminuição da produtividade são as maiores diferenças entre os usuários móveis e não-móveis.

Captura de Tela 2014-10-16 às 16.34.45

Apenas 39% dos usuários mobile relataram que o uso do sistema de EHR foi, de alguma forma, um desafio, enquanto cerca de 58% dos usuários não-móveis citaram que houve este desafio. Essa discrepância pode estar atribuída em parte pela mobilidade do device, permitindo que eles levem os prontuários eletrônicos para casa e possam utilizá-lo fora do horário de trabalho e pelo fato de que 47% dos profissionais já utilizam devices móveis para fins clínicos.

Captura de Tela 2014-10-16 às 16.34.34

Na produtividade, os usuários de smartphones e tablets também relataram menos problemas com a diminuição da produtividade: 73% deles disseram que isso não foi um desafio, comparado a 42% de usuários não-móveis que disseram o mesmo.

Nathalia Nunes

About Nathalia Nunes

Fonoaudióloga formada pela FMUSP, com MBA em Economia e Gestão em Saúde na UNIFESP e apaixonada por comunicação, negócios e tecnologia em saúde. Na Live, trabalho com Marketing, Pesquisa e Conteúdo, tanto na produção de materiais editoriais e de pesquisa, quanto na difusão de temas e ações relacionados a negócios em saúde.

Leave a Reply