This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

Primeiro transplante duplo de coração e rim de Santa Catarina é realizado com sucesso em Blumenau

By 23 de setembro de 2019 Hospital

Procedimento, que garantiu um recomeço para mulher de 35 anos, aconteceu no Hospital Santa Isabel, referência em procedimentos do tipo no estado

No último domingo, 15 de setembro de 2019, uma paciente de 35 anos do Hospital Santa Isabel (HSI), de Blumenau (SC), ganhou um duplo recomeço: ela recebeu um novo coração e um novo rim na mesma cirurgia. Esse foi o primeiro transplante duplo de coração e rim realizado na história do estado de Santa Catarina. O procedimento inédito foi possível graças à solidariedade de uma família, que pensou no próximo mesmo em um momento de grande dor, e possibilitou que três pessoas recebessem os órgãos. Além do duplo transplante, mais dois receptores receberam pâncreas, rim e fígado. Os três pacientes seguem internados no HSI, em recuperação.

O transplante cardíaco é raro, porque o coração tem sobrevida de apenas quatro horas fora do corpo, o que requer uma ação rápida das equipes de transporte e cirurgia. Na data da operação, a Central Estadual de Transplantes de Santa Catarina (SC Transplantes) mobilizou equipes do Hospital Santa Isabel, do SAMU e até do Corpo de Bombeiros. A Corporação disponibilizou aeronaves que transportaram, de Florianópolis para Blumenau, todo o material necessário para o procedimento e o teste de compatibilidade dos órgãos.

Este é o quinto transplante de coração realizado no Hospital Santa Isabel neste ano. O recorde de procedimentos do tipo na Instituição é de oito transplantes, realizados em 2016 e 2018.

Mais marcas expressivas

Do início do ano de 2019 até o momento, Santa Catarina tem alcançado muitas conquistas em relação aos transplantes de órgãos. No mês de julho, a SC Transplantes registrou recorde na doação de órgãos, com 34 notificações, além do melhor desempenho já registrado em um mês de fevereiro em 20 anos, com 24 doações. Esta semana, o Governo do Estado sancionou uma lei que faz de Blumenau a “Capital Catarinense de Transplantes de Órgãos”, medida que tem como objetivo reconhecer o volume e a qualidade dos procedimentos realizados no município.

Em 27 de setembro se celebra o Dia Nacional da Doação de Órgãos, e durante todo o mês, chamado de Setembro Verde, entidades de saúde buscam conscientizar a sociedade sobre a importância da doação e fazer com que o assunto seja debatido mais abertamente entre famílias e grupos de amigos. Neste ano, o percentual de famílias que não autorizam a doação em Santa Catarina caiu para 27,4%. A meta do Estado é chegar ao índice de 10% de rejeição.

Um dos principais motivos é a incompreensão da morte encefálica por parte da família. O papel dos profissionais do hospital, como o Santa Isabel, é acolher os familiares e fazê-los entender todo o processo de notificação em um período tão curto e de tanto sofrimento. O ideal é que, em vida, a pessoa já deixe família e amigos avisados de que é um doador, e pretende realizar esse ato nobre. A morte encefálica é o tipo de óbito que possibilita a doação de forma mais ampla, já que órgãos vitais como rins, coração, pulmão e intestino, e tecidos, como córneas, ossos, tendões e pele, permanecem aptos para serem transplantados para outra pessoa quando o cérebro do indivíduo deixa de funcionar.

Sobre o Hospital Santa Isabel (HSI)

A história deste que é um dos maiores hospitais de Santa Catarina está ligada à chegada das primeiras Irmãs da Divina Providência ao Brasil, em 1895, que praticavam enfermagem ambulante em toda a região. Com o tempo, o aumento do número de pacientes e o apoio logístico da sociedade blumenauense, nascia oficialmente, em 4 de outubro de 1909, o Hospital Santa Isabel. Desde 2015, essa filosofia é levada adiante pela administração da Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC). Hoje, o HSI conta com uma equipe formada por aproximadamente 1.200 colaboradores e 370 médicos, mais de 260 leitos, sendo 10 na UTI Coronariana e 20 na UTI Geral, e atende 44 especialidades médicas em uma área de mais de 28 mil metros quadrados. Sua intensa vocação à Alta Complexidade o torna referência em especialidades como Implante de Marca Passo, Hemodinâmica, Radioterapia, Neurologia Clínica e Neurocirurgia. O Santa Isabel também é reconhecido como o melhor hospital transplantador de Santa Catarina, estando entre os cinco principais hospitais que realizam transplantes de fígado no Brasil. Por todos esses números, o Santa Isabel é referência para aproximadamente 90 municípios catarinenses, além de pacientes oriundos de outros locais do país. Com uma média geral de 15 mil internações por ano, mantém um percentual em torno de 70% de seus atendimentos no Serviço de Emergência pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Sobre a Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC)

Com mais de 120 anos de atuação no Brasil, a Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC) é responsável pela administração de 22 entidades em três segmentos de atuação: Educação, Saúde e Assistência Social. A ACSC criou um modelo de gestão autossustentável onde todo superávit gerado por nossos negócios é aplicado integralmente em nossas obras, nos três segmentos, a fim de executar dignamente suas atividades e acolher e cuidar do ser humano em todo o ciclo da vida. Ao todo, são cerca de 14 mil colaboradores distribuídos em diversas instituições de saúde, mantendo inúmeros estabelecimentos de ensino e acolhendo crianças, adultos e idosos em espaços assistenciais, com atendimento humanizado e serviços de qualidade para milhares de pessoas em seis estados brasileiros (Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo). Atualmente, na área de educação, as instituições da ACSC oferecem ensino de qualidade a 4.934 alunos, com 1.005 deles contemplados com bolsas integrais assistenciais. As entidades de saúde realizam anualmente 111 mil internações, 558 mil atendimentos de urgência e emergência, 2 milhões e 40 mil atendimentos ambulatoriais, 4 milhões e 913 mil exames, sendo 73,7% dos atendimentos destinados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply