NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assine

Mercado anti-envelhecimento ganha novo fôlego

Por 24 de março de 2015 Hospital
envelhecimento-empreendedorismo-tecnologia

Muitos grupos de pesquisa, startups e indivíduos buscam uma poção da longevidade e, dentre estes, temos desde os que acreditam em uma vida mais longa com maior qualidade de vida até os que almejam a vida eterna.

A startup americana Titanovo está realizando uma campanha no Indiegogo parra arrecadar US$20.000 e conquistar doadores para seu produto beta: saliva.

A tecnologia da empresa permite verificar o comprimento dos telômeros, porção final dos cromossomos que os protege de deterioração, para realizar comparações entre diferentes tipos populacionais, como fumantes, alcoólatras, atletas e outros. Esta porção pode ser um indicador direto de saúde, chamando atenção de empresas e grupos de pesquisa interessados no movimento anti-envelhecimento.

A técnica envolve a coleta de saliva e envio para a startup, que analisa a amostra e a compara a outros grupos, como pode ser visto no exemplo abaixo.

titanovo-588x385-medcitynews

O foco da empresa está em pessoas conscientes e preocupadas com sua saúde na rotina, como atletas, e na população idosa.

O setor de anti-aging está em expansão e, cada vez mais, com avanços de estudos genéticos, equipes se dedicam a desvendar e tentar resolver esta questão. No entanto, poucos investidores estão olhando para este mercado.

Peter Thiel é um dos que está procurando respostas e soluções para uma vida prolongada. “É um fenômeno pouco estudado e pouco investido. A maneira como lidamos psicologicamente com o envelhecimento é através de uma combinação de aceitação e negação. Aceitação de que vai acontecer, de que não há nada que possamos fazer e negação de que não vai acontecer comigo”, disse Peter, quando perguntado sobre o assunto.  “Então, em vez de aceitação ou negação, eu gostaria de ver um pouco mais de luta a respeito disso.”

Nathalia Nunes

Sobre Nathalia Nunes

Fonoaudióloga formada pela FMUSP, com MBA em Economia e Gestão em Saúde na UNIFESP e apaixonada por comunicação, negócios e tecnologia em saúde. Na Live, trabalho com Marketing, Pesquisa e Conteúdo, tanto na produção de materiais editoriais e de pesquisa, quanto na difusão de temas e ações relacionados a negócios em saúde.

Deixe uma resposta