This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Materno-Infantil de Barcarena realiza primeiro parto de trigêmeos

By 9 de março de 2020 Hospital

Parto reuniu 13 profissionais da unidade gerenciada pela Pró-Saúde no interior do Pará, referência para gestações de alto risco

O Hospital Materno-Infantil de Barcarena, localizado no interior do estado do Pará, realizou nesta quinta-feira (5) seu primeiro parto trigemelar, após um ano e meio de funcionamento. A gestante Gabrieli Rodrigues Ferreira, 20 anos, deu à luz a três saudáveis meninas, Thayla, Thamyle e Thayssa, por meio de parto cesariano.

A unidade, que pertence ao Governo do Pará e presta atendimento 100% gratuito, é referência em atendimento em média e alta complexidades para 11 municípios do Baixo Tocantins. Localizado em uma região remota e de difícil acesso, o HMIB já registrou 43 casos de gravidez gemelar. Somente no mês passado, foram seis ocorrências de gêmeos. De acordo com estudos da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), no Brasil, a ocorrência de uma gestação de gêmeos bivitelinos é de, aproximadamente, 10 a cada 1.000 casos – independentemente do fator genético. Quando consideramos gêmeos univitelinos (ou idênticos), esse número cai para cerca de 3 casos a cada 1.000 nascimentos.

Para a diretora Técnica da unidade, a médica Mary Melo, a existência do HMIB foi fundamental para dar o suporte necessário a essas gestantes. “O HMIB foi desenhado com perfil de alto risco. As gestantes que se enquadram nesse perfil, de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde e que moram na região do Baixo-Tocantins, devem ser encaminhadas para o hospital. Aqui temos médicos altamente qualificados e toda a estrutura física e tecnológica necessária para prestar atendimento aos casos mais delicados”, explica a diretora.

Pesando 1.660kg e medindo 41cm nasceu a primeira bebê, Thayla. Já a segunda recém-nascida, Thamyle veio ao mundo com 1.845kg e medindo 42cm. Por fim, a caçula Thayssa nasceu com 1.775kg e medindo 42cm. A mamãe das trigêmeas, Gabrieli, comenta um pouco sobre o descobrimento da gravidez e seus desdobramentos durante o pré-natal. “Eu ainda não sabia que estava grávida quando me senti mal. Foi quando desconfiei, fiz o teste e deu positivo. Em seguida, no exame de ultrassom apareceram três bebês. Foi uma surpresa enorme. Fiquei muito ansiosa e muito feliz”, relembra.

A família é moradora do município de Abaetetuba, 47km distante de Barcarena, e foi direcionada ao HMIB para realização do pré-natal e parto. “Todas as minhas consultas e exames eu fiz aqui e sempre fui muito bem atendida e acolhida pela equipe. Minha família e eu estamos todos muito felizes e emocionados”, conta Gabrieli. O parto foi programado e realizado dentro do Protocolo de Cirurgia Segura da unidade. “A cirurgia foi planejada levando em consideração a idade gestacional e sempre avaliando as condições fetais, com indicação da cesariana no momento oportuno para a mãe e as bebês”, ressalta o coordenador de Enfermagem, Geovanny Magalhães.

Por ser uma gestação de alto risco, a mãe e as bebês precisavam de uma estrutura específica no parto e pós-parto, por isso foram encaminhadas ao Materno-Infantil de Barcarena, onde 13 profissionais participaram da cirurgia. “A gestação de trigêmeos é classificada como de alto risco pela quantidade de bebês e alta probabilidade de nascimento prematuro. Dessa forma, elas precisariam de uma retaguarda com suporte para as possíveis intercorrências, como agência transfusional para mãe e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal para resguardar as bebês. Nesta região, este nível de estrutura só é encontrado no HMIB”, completa a diretora Mary.

Alta complexidade em regiões remotas

É justamente na atuação em regiões remotas que a Pró-Saúde mostra a sua expertise e qualidade de gestão. Atualmente, a entidade gerencia 23 unidades de saúde em todas as regiões do país, com presença em locais remotos como a floresta Amazônica. Para garantir o pleno funcionamento dessas unidades, que em alguns casos o acesso é realizado somente por meios fluviais, alguns desafios precisaram ser superados como, por exemplo, a questão da logística de materiais e equipamentos e a fixação de corpo clínico capacitado, com médicos e especialistas.

“Para isso, a Pró-Saúde atua desenvolvendo estratégias como programas de captação e desenvolvimento de profissionais, e atuação em parceria com prestadores de serviços médicos, potencializando a distribuição de profissionais em todo o interior do Pará”, destaca o diretor Operacional no Estado, Rogério Kuntz.

As trigêmeas de Barcarena nasceram saudáveis, porém com baixo peso. “Nasceram com boa vitalidade e, apesar do baixo peso, o quadro era estável e sem necessidade de manobras de reanimação. Foram realizados todos os procedimentos e elas foram encaminhadas para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para ganharem peso e para prevenção de desconfortos respiratórios”, explica o coordenador Geovanny. A puérpera, Gabrieli, foi encaminhada para realizar o pós-parto na UTI obstétrica para prevenção de complicações relacionadas a perda do tônus muscular do útero e aplicação dos cuidados pós-parto, seguindo os protocolos da unidade. “Hoje, durante visita técnica aos leitos, pudemos constatar que as recém-nascidas estão bem e estáveis, sem intercorrências”, complementa.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.