This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Mouse ocular da Samsung promete grande valor para tetraplégicos

By 27 de novembro de 2014 Hospital
inovacao-em-saude-samsung

Um grupo de voluntários da Samsung desenvolveu uma segunda geração do EYECAN, uma tecnologia de monitoramento ocular que é designada para permitir pessoas com deficiências a navegar uma interface computacional. A primeira versão da inovação em saúde permite que os indivíduos dispensem os óculos necessários no primeiro produto.

A tecnologia em saúde foi colocada para teste e apresentada em uma demonstração em Seul, onde um jovem tetraplégico conseguiu utilizar o equipamento, escrevendo uma mensagem de apoio ao projeto na tela do computador:

“Nice to meet you, everyone. I am happy that the eye mouse is developed in Korea. The eye mouse isn’t just an IT device, but arms and legs for a patient with advanced disease. I hope that these kind of research will be continued.” Em tradução: “Bom conhecer a todos vocês. Estou feliz que o mouse ocular tenha sido desenvolvido na Coreia. O mouse não é somente um device de TI, mas braços e pernas para pacientes com doenças avançadas. Eu espero que este tipo de pesquisa seja continuada.”

Para escrever esta mensagem, Shin levou cerca de 20 minutos e cometeu somente um erro que foi detectado rapidamente. Ele cresceu com sua mãe escrevendo tudo o que ele precisava para seus estudos, mas agora conseguiu um novo nível de autonomia que o permite realizar tarefas de maneira muito mais prática.

A Samsung não tem planos de comercializar o mouse, descrevendo o produto como sendo de nicho para o mercado, apesar de que algumas empresas já estejam manifestando interesse pelo uso da tecnologia e de que a Samsung já apresenta planos para abrir o design. Os engenheiros que trabalham com o EYECAN foram voluntários da tarefa e apoiados pela Samsung, o que os permitiu focar toda a atenção no projeto. Enquanto o produto não parece ser uma completa inovação em saúde, eles conseguiram criá-lo com um custo de cerca de $500 dólares.

Confira o vídeo feito na primeira versão do produto, em que ainda era necessária a utilização de óculos:

Nathalia Nunes

About Nathalia Nunes

Fonoaudióloga formada pela FMUSP, com MBA em Economia e Gestão em Saúde na UNIFESP e apaixonada por comunicação, negócios e tecnologia em saúde. Na Live, trabalho com Marketing, Pesquisa e Conteúdo, tanto na produção de materiais editoriais e de pesquisa, quanto na difusão de temas e ações relacionados a negócios em saúde.

Leave a Reply