This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

Estudo sobre o uso racional de antimicrobiano torna gestão hospitalar mais eficiente

By 4 de outubro de 2019 Gestão, Hospital

Trabalho da prescrição racional de antibióticos produz economia média de R$40 mil por mês para o Hospital Universitário Cajuru

Médicos estão atentos aos casos de infecções resistentes a antibióticos. E para atender às novas necessidades dos serviços de saúde e aliar inovação tecnológica com os avanços na medicina, o Hospital Universitário Cajuru implantou um estudo sobre a prescrição racional de antibióticos com objetivo de tornar a gestão cada vez mais sustentável e diminuir a incidência de bactérias resistentes.

Os casos de bactérias resistentes ocorrem, principalmente, pelo ao uso indevido e excessivo de antibióticos humanos e animais. Assim, intervenções destinadas a otimizar o uso de antibióticos, são uma das ações-chave do Plano de Ação Global da Organização Mundial da Saúde (OMS) para conter resistência a antibiótico.

A pesquisa, liderada pelo diretor do Hospital Universitário Cajuru e professor da Escola de Medicina da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Juliano Gasparetto, além dos também professores da Escola de Medicina da PUCPR, Felipe Francisco Bondan Tuon e Thyago Proença de Moraes, constatou que muitos hospitais em países de baixa e média renda estão implementando programas de administração de antibióticos.

Os programas podem trazer redução de custos, mas devem ser feitos de forma a oferecer o tratamento mais eficaz para o paciente. Para isso, não basta apenas reduzir a quantidade de medicamento, mas encontrar o equilíbrio entre a potência dos antibióticos e seus efeitos potencialmente perigosos. “O objetivo é melhorar os resultados, diminuir a resistência aos antibióticos e aumentar a eficácia do tratamento”, destacam os pesquisadores.

A primeira fase do estudo teve início em 2016 e resultou em uma economia de 300 mil dólares, em um período de 12 meses. Na segunda fase, com duração de 18 meses, o projeto gerou uma redução de aproximadamente 500 mil dólares. Atualmente, o trabalho da prescrição racional de antibióticos produz uma economia de 40 mil reais por mês para o Hospital. 

Reconhecimento 

O trabalho foi citado recentemente em uma revisão sistemática sobre estratégias assistenciais para consumo racional de antibióticos em países em desenvolvimento, da Organização Mundial da Saúde: Bulletin of the World Health Organization em 2018, intitulado Mobile health application to assist doctors in antibiotic prescription – an approach for antibiotic stewardship.

“É gratificante sermos reconhecidos mundialmente por trabalharmos na sustentabilidade do sistema público de saúde, permitindo uma distribuição mais humana e justa dos escassos recursos disponíveis”, avalia Juliano Gasparetto.

O estudo completo está disponível no link.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply