This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Startup reduz 55% dos gastos com planos de saúde empresariais

By 21 de julho de 2020 Gestão

Por meio de um software, Pipo Saúde otimiza a relação entre o RH e os benefícios de saúde, reduzindo custos e evitando demissões em período de crise

Uma das principais preocupações de empresas de todos os portes e segmentos é ajustar seus orçamentos e investimentos para que seus negócios sejam rentáveis. Os gastos mais elevados das organizações são a folha de pagamento e os serviços de saúde para os colaboradores, respectivamente. No entanto, uma má gestão de planos de saúde, por exemplo, pode causar um prejuízo para os negócios.

O setor é um terreno fértil para a inovação com muito espaço para melhorar a experiência dos RHs com a compra e gestão de saúde no dia a dia por meio da tecnologia. Foi pensando em mudar tudo isso, que a Pipo Saúde , para otimizar a relação do RH de empresas com os planos e benefícios de saúde, nasceu. Mais do que uma corretora de seguros, a startup indica os melhores planos, reduz custos e oferece melhor experiência as empresas clientes e funcionários.

“O custo de saúde cresce anualmente, em média, 5x a inflação, ainda assim, a experiência dos RHs com a gestão de saúde é muito ruim. Nós nascemos para mudar isso. Deixando o RH focar no que realmente importa: as pessoas”, afirma Manoela Mitchell, fundadora e CEO da Pipo Saúde.

Por meio de um software, a startup encontra o melhor benefício com o menor custo, ou seja, os empreendedores pagarão menos e terão uma qualidade melhor nos planos de saúde que suprirão da melhor maneira as necessidades dos beneficiários. Com essa matemática, a Pipo Saúde conseguiu reverter em 55% o valor do custo anual com os benefícios de uma empresa, sem abrir mão da qualidade do plano de saúde.

“Depois de entendermos o que realmente importava para a empresa: hospitais premium em SP e RJ, percebemos que mais de 60% da base de colaboradores ficava fora do eixo SP-RJ. Encontramos uma outra operadora com uma melhor cobertura a nível nacional que também atendia às necessidades específicas de São Paulo e Rio de Janeiro. Conseguimos reduzir os gastos em R﹩ 12 milhões por ano”, explica Manoela.

Em uma segundo caso, a Pipo Saúde reduziu em seis vezes o valor dos planos ou o equivalente a R﹩ 318 mil ao ano, o que correspondia a oito mensalidades. Quando recebeu a conta para o ano seguinte, a empresa notou 97% de aumento no custo e recorreu à startup. Depois de uma análise detalhada da sinistralidade, a Pipo Saúde entendeu que o pico havia sido causado por um evento extraordinário, uma UTI neonatal, que não era recorrente. Com a negociação realizada pela startup, foi possível reduzir o aumento para apenas 16%.

“Por mais que 70% dos usuários de plano de saúde do Brasil sejam empresariais, ou seja, têm acesso ao plano como benefício do empregador, estamos falando de seres humanos. Por isso, queremos ser os parceiros dos RHs e das equipes das empresas”, finaliza Manoela.
Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.