This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Plano de negócio ajuda a evitar erros de gestão

By 20 de outubro de 2015 Empreendedorismo, Gestão

A fim de expandir suas atividades? Por onde começar? Um plano de negócio é a dica da consultora empresarial Adriana Bluyus, da Saffi Consultoria. Aspectos como investimento, tempo, dinheiro e energia devem ser pensados antes das ações serem traçadas.

Em geral as características reais de mercado são desconhecidas no momento de empreender, segundo Adriana. Os principais fatores que devem ser considerados para o plano de ação são: localização, demanda prevista (local e eventual), potencial de compra, preço de mercado, posicionamento perante concorrência e comunicação adequada (visual e publicidade).

Na prática, o plano coloca em evidência as condições reais de atuação na mente do empreendedor, fazendo com que haja realismo entre a atividade, o local e exigências legais, para que o sonho se torne realidade. “O plano torna-se essencial para que o investidor obtenha, com maior segurança, um retorno no tempo e nas condições ideais previstas”, reforçou em release ao mercado.

Os principais pontos avaliados pelo plano de negócio são:

  • análise de mercado, setor de atuação e de ponto comercial;
    público alvo;
  • concorrência direta e indireta;
  • precificação; características específicas do empreendimento como: exigências legais, adequações diversas na Anvisa, bombeiro e demais órgãos responsáveis;
  • comunicação visual e posicionamento. “Todos estes aspectos devem ser considerados de uma forma que criem um sistema que funcione, que se desenvolva. Qualquer eventual erro, pode afetar o funcionamento do todo”, alertou a especialista.

Os erros de gestão mais comuns cometidos por investidores que não desenvolvem um plano de negócio são:

  • dimensionamento errado quanto ao preço a ser praticado;
  • comunicação ineficaz com o cliente;
  • oferta de um produto ou serviço não “desejado” no local;
  • risco de ser apenas mais um em meio a tantas outras ofertas;
  • e retorno de investimento muito mais longo do que o esperado, por falta dimensionamento correto ou por desconsiderar custos inerentes à atividade ou maturação do negócio.

Leia Mais:

Os Sete Erros da Gestão da Saúde
Os 4 principais erros na gestão de pessoas dos novos empreendedores
9 erros clínicos mais comuns e como evitá-los

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply